Sobral – 300×100
Seet

Grupo JBS implantará frigorífico em Araguaína; 10 mil empregos devem ser gerados

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Empres&aacute;rios representantes da empresa JBS anunciaram nesta quarta-feira (22), em reuni&atilde;o com o governador Siqueira Campos no Pal&aacute;cio Araguaia, que o grupo dever&aacute; implantar um frigor&iacute;fico na cidade de Aragua&iacute;na (TO), norte do Estado, ainda no primeiro semestre deste ano.<br />
<br />
A expectativa &eacute; de que mais de 10 mil empregos diretos e indiretos sejam criados com o empreendimento, que come&ccedil;ar&aacute; a ser implantado j&aacute; em fevereiro, com previs&atilde;o de entrar em opera&ccedil;&atilde;o em 120 dias. A JBS &eacute; detentora de marcas importantes, como as carnes Friboi, Latic&iacute;nios Vigor, Bordon e Swift (produtora de derivados de carne e vegetais).<br />
<br />
Durante encontro com os diretores da empresa, o Governador destacou que o Tocantins oferece importantes caracter&iacute;sticas que contribuem para a implanta&ccedil;&atilde;o e o desenvolvimento de neg&oacute;cios como os do grupo JBS. O Tocantins conta hoje com um rebanho de mais de oito milh&otilde;es de cabe&ccedil;as de gado e, segundo Siqueira Campos, potencial aliment&iacute;cio para que sejam criados animais de qualidade, sem necessidade de implementa&ccedil;&atilde;o de ra&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;O Tocantins &eacute; o local ideal para eles produzirem a mat&eacute;ria-prima deles. As nossas pastagens s&atilde;o exuberantes e n&atilde;o existe, no Estado, raz&atilde;o para se buscar o uso de ra&ccedil;&atilde;o animal, o que tem gerado problemas em outros pa&iacute;ses</em>&rdquo;, explicou.<br />
<br />
Do ponto de vista do Estado, a chegada de uma empresa do porte da que ser&aacute; instalada em Aragua&iacute;na trar&aacute; benef&iacute;cios em dois pontos distintos da economia. Segundo o chefe do Executivo, o primeiro deles &eacute; a cria&ccedil;&atilde;o direta de mais de 10 mil postos de emprego diretos e indiretos. <em>&ldquo;Outro ponto &eacute; que, com a vinda do grupo JBS, outras empresas ir&atilde;o se interessar em vir ao Tocantins&rdquo;,</em> disse o Governador.<br />
<br />
Se para o Estado a chegada do grupo gerar&aacute; empregos, renda e receita, do ponto de vista da empresa a implanta&ccedil;&atilde;o de um frigor&iacute;fico Friboi no Tocantins &eacute; repleto de boas expectativas. O presidente da &aacute;rea de carnes do grupo JBS, Renato Costa, destacou as potencialidades do Estado para o desenvolvimento da empresa. <em>&ldquo;O Tocantins &eacute; um Estado estrat&eacute;gico para a log&iacute;stica. Aqui estamos localizados pr&oacute;ximos a portos, a ferrovias. Num primeiro momento vamos atender ao mercado interno e, t&atilde;o logo, iniciaremos as exporta&ccedil;&atilde;o para outros mercados&rdquo;,</em> completou.<br />
<br />
A expectativa dos empres&aacute;rios &eacute; que as obras da Friboi em Aragua&iacute;na iniciem j&aacute; em fevereiro para que, ainda no primeiro semestre, entre em opera&ccedil;&atilde;o.<em> &ldquo;Iremos iniciar a implanta&ccedil;&atilde;o em fevereiro e, no m&aacute;ximo em 120 dias j&aacute; devemos estar em opera&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, completou Renato Costa.</span></div>

Comentários pelo Facebook: