Seet
Sobral – 300×100

Denatran prorroga para 1º de abril a obrigatoriedade das aulas com simulador de direção veicular

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O Detran-TO promoveu nesta quarta feira, 22, um encontro com os donos e representantes do CFCs (Centro de Forma&ccedil;&atilde;o de Condutores) de todo estado. O objetivo da reuni&atilde;o foi esclarecer d&uacute;vidas sobre a resolu&ccedil;&atilde;o 444 do Contran (Conselho Nacional de Tr&acirc;nsito), que determina a obrigatoriedade das aulas com simuladores de dire&ccedil;&atilde;o veicular.<br />
<br />
O diretor geral do Detran-TO, coronel J&uacute;lio C&eacute;sar da Silva Mamede, e o diretor executivo, L&eacute;lio Dias de Sousa, falaram sobre as mudan&ccedil;as que a resolu&ccedil;&atilde;o 444 ir&aacute; trazer para o servi&ccedil;o dos CFCs. Os presentes tamb&eacute;m foram comunicados, em primeira m&atilde;o, que, devido a uma autoriza&ccedil;&atilde;o concedida pelo Denatran (Departamento Nacional de Tr&acirc;nsito), as aulas em simuladores veiculares somente ser&atilde;o obrigat&oacute;rias para processos abertos a partir do dia primeiro de abril.<br />
<br />
O diretor geral coronel J&uacute;lio C&eacute;sar da Silva Mamede, explicou a decis&atilde;o do Denatran em prorrogar o prazo para o cumprimento da resolu&ccedil;&atilde;o em quest&atilde;o. <em>&ldquo;Devido &agrave;s dificuldades que os CFCs est&atilde;o tendo em adquirir o simulador,&nbsp; e ao prazo de entrega que os fabricantes ofereceram, n&oacute;s do Detran-TO &ndash;&nbsp; assim como v&aacute;rios outros Detrans de todo o Brasil &ndash;&nbsp; entramos em contato com o Denatran, solicitando a prorroga&ccedil;&atilde;o deste prazo&rdquo;</em>.<br />
<br />
Al&eacute;m disso, foi divulgada uma nova linha de cr&eacute;dito, espec&iacute;fica para a aquisi&ccedil;&atilde;o dos simuladores, que o Detran-TO conseguiu junto ao Governo do Estado, que ser&aacute; viabilizada atrav&eacute;s da Ag&ecirc;ncia de Fomento do estado do Tocantins.</span></div>

Comentários pelo Facebook: