Seet
Sobral – 300×100

Falta de professores atrasa início do semestre letivo nas creches de Araguaína e prejudica pais que precisam trabalhar

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
As creches de Aragua&iacute;na (TO) j&aacute; deveriam ter iniciado as atividades, mas a falta de profissionais tem sido o grande obst&aacute;culo. Pelo menos &eacute; isso o que os pais est&atilde;o denunciando e o que a equipe de reportagem flagrou. O atraso no in&iacute;cio do semestre letivo tem prejudicado principalmente quem precisa trabalhar e n&atilde;o tem como quem deixar os filhos.<br />
<br />
Al&eacute;m disso, outro problema recorrente &eacute; a falta de vagas. Na Creche M&atilde;e de Deus, no centro da cidade, dois avisos logo no port&atilde;o de entrada chamam a aten&ccedil;&atilde;o para os problemas. Um deles esclarece que devido ao d&eacute;ficit de professores, e por determina&ccedil;&atilde;o da Secretaria Municipal de Educa&ccedil;&atilde;o (Semed), as aulas s&oacute; v&atilde;o come&ccedil;ar na pr&oacute;xima segunda-feira (27 de janeiro). O outro aviso &eacute; ainda mais incisivo: &ldquo;N&atilde;o h&aacute; vagas&rdquo;.&nbsp; A creche &eacute; conveniada ao Munic&iacute;pio.<br />
<br />
<strong><u>Professores do quadro reserva aguardam convoca&ccedil;&atilde;o</u></strong><br />
<br />
A outra reclama&ccedil;&atilde;o vem por parte dos professores que est&atilde;o no quadro reserva do &uacute;ltimo concurso realizado em Aragua&iacute;na,&nbsp; em abril de 2012. No certame foram ofertadas 15 vagas para Professor N&iacute;vel II para atuar na zona rural e 130 vagas para a zona urbana. Ainda no ano passado a Secretaria Municipal de Educa&ccedil;&atilde;o convocou para tomar posse cerca de 210 professores. Ao todo, 413 professores foram declarados aptos a tomar posse, destes 128 &quot;aprovados&quot; e o restante &quot;classificados&quot;.<br />
<br />
Segundo den&uacute;ncia de uma professora que est&aacute; no cadastro reserva e preferiu n&atilde;o ser identificada, o Munic&iacute;pio est&aacute; com d&eacute;ficits de professores, mas n&atilde;o deu previs&atilde;o de convoca&ccedil;&atilde;o dos aprovados. Enquanto isso, mant&eacute;m profissionais contratados. A professora argumenta ainda que o processo de municipaliza&ccedil;&atilde;o da s&eacute;ries iniciais vai demandar mais professores na rede municipal de ensino.<br />
<br />
Em Aragua&iacute;na, a Escola Estadual Moderna, no Setor Barros, e Escola Joaquim de Brito Paranagu&aacute;, no Setor Jardim Paulista, j&aacute; foram cedidas pelo Estado ao Munic&iacute;pio.&nbsp;<br />
<br />
<u><strong>O outro lado</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educa&ccedil;&atilde;o esclareceu que o adiamento do in&iacute;cio das aulas nas creches (Educa&ccedil;&atilde;o Infantil), previsto para 22 de janeiro, deu-se em raz&atilde;o da aus&ecirc;ncia de Auxiliares de Servi&ccedil;os Gerais e Merendeiras suficientes no quadro do munic&iacute;pio. Segundo a nota, durante esta semana, o secret&aacute;rio Jocirley de Oliveira se reuniu com os gestores das unidades escolares para acertar as contrata&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
A Semed informou ainda que a secretaria disp&otilde;e de ampla flexibilidade no remanejamento de aulas, desde que obede&ccedil;a as determina&ccedil;&otilde;es de 200 dias letivos ou 800 horas de aulas preconizados pelo Minist&eacute;rio da Educa&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Com rela&ccedil;&atilde;o &agrave; contrata&ccedil;&atilde;o dos servidores (merendeiras e ASGs), e tamb&eacute;m professores, devido ao aumento no n&uacute;mero de alunos matriculados na rede e tamb&eacute;m em fun&ccedil;&atilde;o da migra&ccedil;&atilde;o de dois col&eacute;gios estaduais para responsabilidade municipal, a secretaria informa que a contrata&ccedil;&atilde;o n&atilde;o acontecer&aacute; em fun&ccedil;&atilde;o da suspens&atilde;o das convoca&ccedil;&otilde;es dos aprovados no concurso p&uacute;blico de 2012 feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), em abril do ano passado. Caso a convoca&ccedil;&atilde;o seja liberada pelo &oacute;rg&atilde;o, a secretaria chamar&aacute; os aprovados no cadastro de reserva. Todavia, para o in&iacute;cio das aulas, &eacute; necess&aacute;ria a contrata&ccedil;&atilde;o de profissionais para n&atilde;o prejudicar o ano letivo.<br />
<br />
A nota lembra que, ainda no in&iacute;cio de 2013, o munic&iacute;pio convocou 180 aprovados no concurso, 70 dos quais pertencentes ao cadastro de reserva.</span></div>

Comentários pelo Facebook: