Sobral – 300×100
Seet

Integrantes de quadrilha são irmãos do acusado de assassinar Jefferson; arma apreendida pode ser a mesma usada no crime

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A Pol&iacute;cia Civil de Aragua&iacute;na (TO) informou que Leandro Wallison Pereira Santana, 25 anos, e Alex Wanderson Borges da Silva, 21 anos, integrantes de uma quadrilha de tr&aacute;fico de drogas presa pela Pol&iacute;cia Militar na madrugada desta sexta-feira (24), s&atilde;o irm&atilde;os de Whattyla Pereira Soares, 19 anos, acusado de assassinar Jefferson Silva Santos, 18 anos, com um tiro no olho.<br />
<br />
O crime aconteceu no dia 5 de janeiro deste ano, no Bairro S&atilde;o Jo&atilde;o, e teria sido motivado por ci&uacute;mes de sua namorada.<br />
<br />
O delegado que investiga o homic&iacute;dio, Manoel Laeldo, j&aacute; fez a comunica&ccedil;&atilde;o ao juiz informando do parentesco e tamb&eacute;m j&aacute; representou pela pris&atilde;o preventiva de Whattyla, mas a Justi&ccedil;a indeferiu o pedido alegando que o acusado havia se apresentado espontaneamente &agrave; Pol&iacute;cia. O Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual tamb&eacute;m se manifestou favor&aacute;vel &agrave; pris&atilde;o.<br />
<br />
Com isso, Wattyla responder&aacute;, em liberdade, pelo crime de homic&iacute;dio qualificado por motivo f&uacute;til.&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">O acusado j&aacute; tem passagem pela pol&iacute;cia por porte ilegal de arma de fogo e responde ao processo em liberdade.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Armas apreendidas</strong></u><br />
<br />
Com os integrantes da quadrilha a Pol&iacute;cia Militar aprendeu dois rev&oacute;lveres calibre 38. O delegado suspeita que uma das armas seja a mesma utilizada por Wattyla no assassinato de Jefferson. As armas foram encaminhadas para exame pericial.<br />
<br />
A Pol&iacute;cia Civil ainda investiga outro homic&iacute;dio que pode ter sido praticado com uma das armas.&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
<strong><u>Mensagem no Facebook</u></strong><br />
<br />
Tr&ecirc;s dias ap&oacute;s o assassinato, Whattyla postou no Facebook uma foto deitado em uma rede, mostrando-se aparentemente tranquilo. Na mensagem o assassino diz que pela lei de Deus j&aacute; foi julgado e pela lei do homem ser&aacute; condenado. Naquele momento disse ainda que &ldquo;estava esperando para ver no que ia dar&rdquo;.<br />
<br />
Na postagem o acusado conta uma vers&atilde;o diferente para a motiva&ccedil;&atilde;o do crime. Segundo ele, Jefferson teria lhe amea&ccedil;ado. O jovem concluiu a postagem afirmando que &ldquo;qualquer um faria o mesmo&rdquo;.</span><br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Wathylla%20(1).jpg" style="width: 525px; height: 515px;" /></div>

Comentários pelo Facebook: