Governo monta força tarefa atuar juntos aos atingidos pelas enchentes

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O Governo do Tocantins montou uma for&ccedil;a tarefa especial para atuar junto aos atingidos pela tromba d&rsquo;&aacute;gua que castigou Aragua&iacute;na neste m&ecirc;s. A informa&ccedil;&atilde;o foi repassada na tarde desta segunda-feira, 26, pelo Secret&aacute;rio de Rela&ccedil;&otilde;es Institucionais, Eduardo Siqueira Campos, durante entrevista coletiva realizada no Pal&aacute;cio Araguaia.<br />
<br />
Na ocasi&atilde;o o gestor estava acompanhado dos secret&aacute;rios: Sandoval Cardoso, das Cidades; Alexandre Ubaldo, da Infraestrutura; Raimundo Palito, de Assuntos Legislativos; Vanda Paiva, da Sa&uacute;de; Agimiro Costa, do Trabalho e Assist&ecirc;ncia Social; Olyntho Neto, da Juventude e dos Esportes; e Arrhenius Naves, da Comunica&ccedil;&atilde;o. Al&eacute;m do comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Erly e o coordenador adjunto da defesa civil no Tocantins, Major Carlos Eduardo de Sousa Farias.<br />
<br />
De acordo com Eduardo, a equipe parte de Palmas rumo a Aragua&iacute;na na manh&atilde; desta ter&ccedil;a-feira, 27. Segundo ele, os componentes do grupo ir&atilde;o se reunir com representantes do governo municipal &agrave;s 9 horas na sede da prefeitura da cidade. &ldquo;Nossa inten&ccedil;&atilde;o &eacute; realizar um levantamento da real necessidade da comunidade atingida&rdquo;, explicou ele em seu discurso.<br />
<br />
O secret&aacute;rio ressaltou que a for&ccedil;a tarefa do Governo do Estado pretende planejar a&ccedil;&otilde;es imediatas, preventivas e curativas que tenham como objetivo amenizar o sofrimento da popula&ccedil;&atilde;o. &ldquo;Vamos identificar os principais pontos cr&iacute;ticos para posteriormente realizarmos as a&ccedil;&otilde;es necess&aacute;rias&rdquo;, disse Eduardo, frisando ainda que entre as principais medidas est&atilde;o a desobstru&ccedil;&atilde;o de bueiros e a retirada de lixo e entulho das margens dos c&oacute;rregos da regi&atilde;o atingida.<br />
<br />
O Secret&aacute;rio da Infraestrutura, Alexandre Ubaldo, disse que al&eacute;m da desobstru&ccedil;&atilde;o dos bueiros os t&eacute;cnicos da Seinfra j&aacute; est&atilde;o realizando um estudo que prev&ecirc; a limpeza e desassoreamento do C&oacute;rrego Neblina. &ldquo;N&oacute;s precisamos realizar a desobstru&ccedil;&atilde;o do c&oacute;rrego que est&aacute; sujo e assoreado&rdquo;.<br />
<br />
Al&eacute;m das a&ccedil;&otilde;es de infraestrutura, Eduardo tamb&eacute;m explicou que uma equipe de sa&uacute;de j&aacute; se deslocou para o local onde realizar&aacute; trabalhos espec&iacute;ficos. &ldquo;As equipes end&ecirc;micas ir&atilde;o realizar seu trabalho da melhor forma poss&iacute;vel&rdquo;, completou o secret&aacute;rio.<br />
<br />
<u><strong>Assist&ecirc;ncia</strong></u><br />
<br />
De acordo com dados do Corpo de Bombeiros Militar e da Defesa Civil, cerca de 250 fam&iacute;lias da regi&atilde;o do C&oacute;rrego Neblina foram atingidos pela enchente.<br />
<br />
Segundo o secret&aacute;rio do Trabalho e Assist&ecirc;ncia Social, Agimiro Costa, cerca de 6 mil quilos de alimentos, roupas, cobertores, fraudas geri&aacute;tricas e kits gestantes ser&atilde;o disponibilizados para a comunidade. &ldquo;Acreditamos que amanh&atilde;, antes do meio dia, todos esses itens j&aacute; estar&atilde;o em Aragua&iacute;na e veremos a melhor forma de realizar a distribui&ccedil;&atilde;o&rdquo;, explicou o gestor.</span></div>

Comentários pelo Facebook: