Sobral – 300×100
Seet

PT não está condicionado a apoiar PMDB no Tocantins em razão de alianças nacionais, diz Júlio César

admin -

<div>
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
O Presidente do PT Tocantins, J&uacute;lio C&eacute;sar Brasil, afirmou na manh&atilde; desta ter&ccedil;a-feira, 11, que o partido mant&eacute;m a posi&ccedil;&atilde;o de permanecer no grupo da Terceira Via, composta pelos partidos&nbsp;</span><span style="font-size: 14px;">PP, PT, PCdoB e PSL</span><span style="font-size: 14px;">. <em>&ldquo;O PT est&aacute; comprometido com o desenvolvimento do Tocantins, estes grupos que representam a velha pol&iacute;tica tiveram v&aacute;rias oportunidades de governar o Estado e n&atilde;o conseguiram implementar as mudan&ccedil;as que o Tocantins precisa</em>&rdquo; ressaltou J&uacute;lio C&eacute;sar.</span></div>
<div>
<br />
<span style="font-size:14px;">O presidente estadual do PT tamb&eacute;m destacou que o partido n&atilde;o est&aacute; condicionado a apoiar o PMDB no Tocantins em raz&atilde;o de alian&ccedil;as nacionais. <em>&ldquo;A Terceira Via &eacute; composta por partidos que comp&otilde;e a base aliada da Presidenta Dilma Rousseff, um grupo formado por pessoas comprometidas com o Estado e em trabalhar para reeleger a nossa Presidenta</em>&rdquo; destacou J&uacute;lio C&eacute;sar que ainda ponderou &ldquo;respeitamos os outros partidos que comp&otilde;e a base da Presidenta Dilma, mas, acreditamos que no Tocantins apenas a terceira via significa a mudan&ccedil;a de fato e o rompimento com a velha forma de fazer pol&iacute;tica que conduziu o Estado nos &uacute;ltimos 25 anos&rdquo; concluiu J&uacute;lio C&eacute;sar, presidente estadual do PT.<br />
<br />
<u><strong>Posicionamento de Dilma</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Em duas reuni&otilde;es nesta segunda-feira, 10, no Pal&aacute;cio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff ofereceu um pacote de apoios do PT ao PMDB em seis Estados nas elei&ccedil;&otilde;es de outubro, entre eles o Tocantins que tem Marcelo Miranda como pr&eacute;-candidato ao Governo.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), afirmou tamb&eacute;m nesta segunda-feira, 10, que integrantes da c&uacute;pula do partido v&atilde;o conversar na pr&oacute;xima quinta-feira com o presidente do PT, Rui Falc&atilde;o, sobre as alian&ccedil;as nos Estados. Segundo Raupp, h&aacute; realmente uma possibilidade de o PT abrir m&atilde;o de lan&ccedil;ar candidatos em at&eacute; seis Estados para apoiar nomes do PMDB. A ideia &eacute; fortalecer a coliga&ccedil;&atilde;o em torno da candidatura da presidente Dilma Rousseff &agrave; reelei&ccedil;&atilde;o, especialmente com o PMDB.</span></div>

Comentários pelo Facebook: