Sobral – 300×100
Seet

OAB se reunirá hoje com advogados para discutir medidas contra o reajuste abusivo do IPTU de Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A revolta da popula&ccedil;&atilde;o com o reajuste do IPTU de Aragua&iacute;na, em percentuais superiores a 1.000%, e o desequil&iacute;brio econ&ocirc;mico que essa medida pode ocasionar, est&aacute; preocupando at&eacute; mesmo as entidades que participaram do processo de atualiza&ccedil;&atilde;o da Planta de Valores Gen&eacute;ricos do imposto (atualiza&ccedil;&atilde;o do valor venal dos im&oacute;veis).<br />
<br />
Este &eacute; o caso da Aciara (Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e Industrial de Aragua&iacute;na) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Movidas pela insatisfa&ccedil;&atilde;o quase geral, as duas entidades est&atilde;o se organizando para discutir com suas respectivas categorias o reajuste do IPTU e deliberar a&ccedil;&otilde;es concretas para amenizar o quadro.<br />
<br />
Uma assembleia est&aacute; marcada para esta quarta-feira (12), a partir das 18 horas, no audit&oacute;rio da OAB com a finalidade de discutir com os advogados a abusividade do reajuste. Na reuni&atilde;o, a OAB pretende definir algumas medidas que ser&atilde;o adotadas para reverter a situa&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Para o advogado Paulo Roberto da Silva, o reajuste do imposto em Aragua&iacute;na &eacute; totalmente &quot;confiscat&oacute;rio e abusivo&quot;. <em>&ldquo;O IPTU cobrado pela Prefeitura de Aragua&iacute;na &eacute; confiscat&oacute;rio, ilegal e cruel com o contribuinte. O grito do povo n&atilde;o atingiu os ouvidos da Administra&ccedil;&atilde;o Publica. A dor do povo &eacute; algo que n&atilde;o importa para os que s&oacute; pensam em arrecadar&rdquo;</em>, criticou o advogado.</span>

Comentários pelo Facebook: