Seet
Sobral – 300×100

Violência doméstica: Juíza coloca secretária de Ação Social numa 'saia justa' ao criticar descaso

admin -

<div>
<span style="font-size:14px;">A sess&atilde;o da &uacute;ltima segunda-feira (10) na C&acirc;mara de Aragua&iacute;na (TO) foi dedicada a</span><span style="font-size: 14px;">&nbsp;homenagens ao Dia Internacional da Mulher&nbsp;</span><span style="font-size: 14px;">e n&atilde;o previa temas pol&ecirc;micos, como o IPTU.&nbsp; No entanto, a Ju&iacute;za da Vara da Mulher, Cirlene de Assis Santos de Oliveira, revelou que a cidade lidera o ranking tocantinense de viol&ecirc;ncia contra as mulheres e que o Munic&iacute;pio faz pouco caso em rela&ccedil;&atilde;o ao problema.&nbsp;</span></div>
<div>
<br />
<span style="font-size:14px;">A cr&iacute;tica incisiva deixou a outra homenageada, a secret&aacute;ria municipal de A&ccedil;&atilde;o Social, Cleomar Ribeiro de Oliveira, numa verdadeira &ldquo;saia justa&rdquo;.<br />
<br />
<u><strong>Aragua&iacute;na: Mais violenta do Estado</strong></u><br />
<br />
A Ju&iacute;za Cirlene de Assis Santos de Oliveira, sem rodeios, explicou que &ldquo;Aragua&iacute;na, hoje, &eacute; uma das cidades mais violentas do Estado&quot;<em>. &quot;N&oacute;s estamos com mais de 3.600 processos. Ent&atilde;o temos mais processos que Palmas. Somos considerados uma cidade mais violenta que a capital,</em>&rdquo; revelou, acrescentando que o Tocantins est&aacute; em 7&deg; no ranking nacional de viol&ecirc;ncia contra a mulher.&nbsp;<br />
<br />
Cirlene ainda exp&ocirc;s as defici&ecirc;ncias, a falta de pol&iacute;ticas p&uacute;blicas e criticou a in&eacute;rcia de Poder P&uacute;blico municipal de Aragua&iacute;na em resolver o problema. <em>&ldquo;N&oacute;s n&atilde;o temos uma Casa de Abrigo para as mulheres v&iacute;timas de viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica. N&atilde;o temos um Centro de Refer&ecirc;ncia. Ent&atilde;o qual &eacute; minha alternativa quando eu preciso abrigar uma mulher? Solicitar a Secretaria de Assist&ecirc;ncia Municipal que abrigue essa mulher em um hotel. N&atilde;o estou exigindo um hotel tr&ecirc;s estrelas, duas estrelas, de nenhuma estrela. Que seja um hotel digno, familiar. A secret&aacute;ria, que n&atilde;o me atende, responde que n&atilde;o tem obriga&ccedil;&atilde;o. Tem sim!&nbsp; Tem obriga&ccedil;&atilde;o sim,&rdquo;</em> desabafou a magistrada.<br />
<br />
<strong><u>&quot;Saia justa&quot;</u></strong><br />
<br />
A ju&iacute;za ainda criticou a in&eacute;rcia da Prefeitura de Aragua&iacute;na em resolver o problema da falta da Casa de Abrigo.&nbsp; <em>&ldquo;E digo mais, tem uma A&ccedil;&atilde;o Judicial em andamento onde o Estado fez a seguinte proposta: entro com o im&oacute;vel e o Munic&iacute;pio entra com os servidores e a manuten&ccedil;&atilde;o do im&oacute;vel. O munic&iacute;pio n&atilde;o aceitou fazer esse acordo,&rdquo;</em> pontuou.&nbsp;<br />
<br />
Cirlene ainda argumentou que &ldquo;est&aacute; parado neste p&eacute;&rdquo; porque o Munic&iacute;pio quer levar a quest&atilde;o at&eacute; Bras&iacute;lia, assim como fez com a Casa de Abrigo para Adolescentes, que s&oacute; instalou em &uacute;ltima inst&acirc;ncia, quando n&atilde;o havia mais recurso.<br />
<br />
A secret&aacute;ria&nbsp; Cleomar Ribeiro de Oliveira, que ficou numa saia justa, respondeu apenas que a gest&atilde;o Dimas est&aacute; trabalhando para atender todas as demandas, dentro das possibilidades.<br />
<br />
<u><strong>Homenageadas</strong></u><br />
<br />
Na sess&atilde;o solene foram homenageadas:&nbsp; Domingas Monteiro de Sousa (Diretora da UMA); Neila Os&oacute;rio(Diretora Geral da UMA);&nbsp; Celina Debones&nbsp; (Delegada da Mulher); Ver&ocirc;nica Tereza Carvalho (Delegada de Policia Civil) ; Ant&ocirc;nia Ferreira dos Santos (Delegada Regional) e&nbsp; Magna Cavalcante (Apresentadora do Programa Rota). A esposa do prefeito Ronaldo Dimas, Nil Pereira Dimas, foi convidada, mas n&atilde;o compareceu. Al&eacute;m dela, outras sete homenageadas n&atilde;o compareceram &agrave; C&acirc;mara Municipal de Aragua&iacute;na.</span></div>

Comentários pelo Facebook: