Sobral – 300×100
Seet

Empresário tocantinense será julgado na próxima segunda-feira

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
O julgamento do caso do empres&aacute;rio e funcion&aacute;rio p&uacute;blico Frederico Gayer&nbsp;Machado de Araujo abre a Semana&nbsp;Nacional do J&uacute;ri em Goi&acirc;nia (GO), no pr&oacute;ximo dia 17 de mar&ccedil;o.<br />
<br />
Frederico &eacute; acusado de ter assassinado Herbert Resende, em 5 de abri de 1997, na boate&nbsp;Draft, por volta das 2h30, no Setor Oeste de Goi&acirc;nia. Conforme o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, o crime&nbsp;ocorreu ap&oacute;s um desentendimento de troca de fichas no estabelecimento.<br />
<br />
Ainda conforme o MPE, mesmo com a solu&ccedil;&atilde;o do problema por parte da administra&ccedil;&atilde;o&nbsp;da boate, Federico Gayer decidiu alvejar a v&iacute;tima na sa&iacute;da do local com um tiro de rev&oacute;lver na barriga. A v&iacute;tima</span><span style="font-size:14px;">&nbsp;morreu 24 dias depois do fato, em 29 de abril de 1997, por choque s&eacute;ptico.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Frederico Gayer &eacute; atualmente esposo da deputada Luana Ribeiro e responde ao crime com a qualificadora de motivo f&uacute;til. Ele j&aacute;&nbsp;chegou a ter a pris&atilde;o decretada, mas muitos recursos fizeram o&nbsp;processo se arrastar por longo tempo. Com o julgamento no Tribunal do J&uacute;ri,&nbsp;o processo deve ter seu cap&iacute;tulo final.</span>

Comentários pelo Facebook: