Sobral – 300×100
Seet

Advogada filha de delegado do Tocantins é morta durante troca de tiros entre bandidos e agentes da PRF

admin - |

Da Redação

Uma perseguição que iniciou na BR-364 e terminou no perímetro urbano da cidade de Mineiros (GO) acabou na morte de uma jovem advogada de 24 anos. A ação aconteceu na madrugada desta segunda-feira (17).

Camila Pereira Souza Coelho havia sido sequestrada por três homens e colocada dentro do porta-malas de seu carro, mas infelizmente acabou sendo baleada durante uma troca de tiros entre os criminosos e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Filha de delegado do Tocantins

A jovem é filha do delegado da Polícia Civil do Tocantins, Manoel Messias Teixeira Coelho, que trabalha em Palmas como Coordenador de Polícia da Capital. A advogada saía de um velório em Mineiros quando foi abordada pelos criminosos. Segundo os familiares, Camila Coelho conseguiu recentemente a aprovação na OAB e já tinha montado um escritório na cidade.

O fato

Tudo começou na BR-364, quando os agentes da PRF avistaram o carro que seria de Camila, um Corsa branco, em alta velocidade. Os policiais suspeitaram da atitude dos sujeitos que estavam no interior do veículo e decidiram abordá-los. Porém, os agentes federais foram recebidos a tiros e começaram uma perseguição até chegar à Mineiros.

Já na cidade, os atiradores se esconderam atrás de uma garagem, numa área de mata. Quando a PRF chegou ao local, os suspeitos já haviam abandonado o veículo. Ao abrirem o porta-malas do carro, os policiais encontraram a jovem com ferimentos de bala e ainda com vida. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

Um dos criminosos, identificado como Elias, foi ferido com um tiro no joelho e acabou se entregando.

PRF apura caso

A Polícia Rodoviária Federal informou que será feita uma perícia no local para saber de onde saiu o tiro que matou a advogada. A Corregedoria da PRF também está acompanhando as investigações para apurar a ação dos policiais na abordagem. 

Os agentes afirmaram que não sabiam que a jovem estava no porta-malas quando efetuaram os disparos.

O crime chocou a população da Mineiros, em Goiás. 

Comentários pelo Facebook: