Seet
Sobral – 300×100

Presa quadrilha que tinha em seu arsenal fuzis AK-47, metralhadora, escopeta e pistolas ponto 40

admin -

<span style="font-size:14px;">Opera&ccedil;&atilde;o conjunta da Pol&iacute;cia Civil do Tocantins e Par&aacute; desarticulou uma quadrilha de assalto a bancos na &uacute;ltima semana.&nbsp; O acusado de chefiar o bando foi preso em Aragua&iacute;na (TO), onde pretendia se instalar.&nbsp; Durante a a&ccedil;&atilde;o, sete integrantes da quadrilha foram presos e foram apreendidos explosivos, armamento pesado e camisetas falsas da Policia Federal.<br />
<br />
<u><strong>O chef&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Anilton da Silva Rodrigues, 35 anos, vulgo &ldquo;Nariz de bruxa&rdquo;, foi capturado em Aragua&iacute;na no &uacute;ltimo dia 15 de mar&ccedil;o pelas equipes comandadas pela Delegada Regional de Aragua&iacute;na, Ant&ocirc;nia Ferreira, com apoio dos Delegados Emerson Moura e Jos&eacute; R&eacute;risson.&nbsp; De acordo a Secret&aacute;ria de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica do Tocantins (SSP-TO), ele &eacute; considerado um dos maiores chefes de quadrilha de roubo a bancos do Estado do Par&aacute;.<br />
<br />
<u><strong>Outros integrantes</strong></u><br />
<br />
Segundo a Policia Civil do Par&aacute;, outro l&iacute;der da quadrilha, Ant&ocirc;nio Josinei de Oliveira Souza, 25, anos, o &ldquo;Guerreiro&rdquo;, foi preso em Bel&eacute;m no mesmo dia. J&aacute; os&nbsp; demais assaltantes foram presos em Irituia (PA). S&atilde;o eles: J&uacute;lio Nonato do Nascimento, 27,&nbsp; &ldquo;Julinho&rdquo;; Adauto de Ara&uacute;jo Portela, 37 anos, e Jo&atilde;o Vieira Sobrinho, 23 anos.&nbsp; Ainda durante a opera&ccedil;&atilde;o foi preso Carlos Alberto Carvalho Gomes, 44 anos, que deu apoio log&iacute;stico ao bando.&nbsp; Em 6 de fevereiro, Ant&ocirc;nio Fernando Ferreira dos Santos,&nbsp; &ldquo;Baixote&rdquo;, foi morto na troca de tiros com policiais civis e militares, na zona rural de Carutapera (MA).<br />
<br />
<strong><u>Armamento pesado</u></strong><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/arsenal.jpg" style="width: 600px; height: 398px;" /><br />
A Pol&iacute;cia Civil do Par&aacute; tamb&eacute;m localizou o armamento usado pela quadrilha que estava escondido na zona rural de Nova Esperan&ccedil;a do Piri&aacute;. S&atilde;o dois fuzis – AK-47 e Mosquefal, uma metralhadora Uzi, uma escopeta calibre 12, duas pistolas ponto 40, cord&otilde;es de detona&ccedil;&atilde;o de explosivos, aparelhos de radiotransmissor, camisas com a identifica&ccedil;&atilde;o da Pol&iacute;cia Federal, coletes e distintivos. Um tubo de PVC usado para esconder as armas e mant&ecirc;-las enterradas no s&iacute;tio tamb&eacute;m foi apreendido.<br />
<br />
<u><strong>Assaltos praticados</strong></u><br />
<br />
Segundo a PC do Par&aacute;,&nbsp; levantamentos mostram que a quadrilha &eacute; respons&aacute;vel por cinco assaltos a bancos no Par&aacute;: Bai&atilde;o, &Aacute;gua Azul do Norte (ataque a caixa eletr&ocirc;nico com explosivos), Nova Timboteua (tentativa de arrombamento a caixa eletr&ocirc;nico), S&atilde;o Domingos do Capim e Viseu, ocorridos entre 2013 e 2014. O mesmo grupo &eacute; apontado como autor de assaltos a bancos em Colinas (MA) e no Tocantins. Todos os presos foram recambiados para Bel&eacute;m (PA).<br />
<br />
Com as pris&otilde;es, j&aacute; s&atilde;o sete integrantes da quadrilha presos e um morto. Outros tr&ecirc;s est&atilde;o foragidos.&nbsp; A opera&ccedil;&atilde;o que desarticulou a quadrilha envolveu&nbsp; cerca de 100 policiais de tr&ecirc;s Estados nas &uacute;ltimas semanas:&nbsp; Par&aacute; , Tocantins e&nbsp; Maranh&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: