Sobral – 300×100
Seet

Seduc faz terrorismo e diz que movimento grevista não tem adesão de todas as escolas do TO

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Em sinal de desespero, o Governo do Estado est&aacute; fazendo v&aacute;rias investidas para desqualificar o movimento grevista dos professores da rede estadual de ensino, que come&ccedil;ou nesta segunda-feira (25).<br />
<br />
De acordo com a Secretaria Estadual de Educa&ccedil;&atilde;o (Seduc), um levantamento realizado nas 13 Diretorias Regionais de Gest&atilde;o e Forma&ccedil;&atilde;o (DRGFs) mostra que o movimento grevista do Sindicato dos Trabalhadores em Educa&ccedil;&atilde;o do Estado do Tocantins (Sintet) n&atilde;o teve ades&atilde;o em toda a rede estadual.<br />
<br />
A Secretaria disse que os dados referentes ao primeiro dia do movimento mostram que 32,4% das escolas estaduais n&atilde;o aderiram, havendo aulas normalmente em todas as regi&otilde;es do Estado e em diferentes munic&iacute;pios. Ainda conforme os dados, 1,5% das escolas aderiram apenas parcialmente, havendo aulas em parte das disciplinas.<br />
<br />
<strong><u>Ades&atilde;o nas regionais</u></strong><br />
<br />
Conforme a Seduc, na regional de Pedro Afonso, que compreende sete munic&iacute;pios. 71,4% das escolas est&atilde;o com as aulas sendo ofertadas normalmente. Em Miracema, 59,3% tamb&eacute;m n&atilde;o tiveram altera&ccedil;&atilde;o no calend&aacute;rio de aulas. Em Colinas, a Seduc disse que quase metade das escolas, 44,44%, n&atilde;o aderiram ao movimento.&nbsp;Na Diretoria de Gurupi, que compreende 17 munic&iacute;pios, 43,5% das escolas tiveram aulas normalmente.<br />
<br />
Em praticamente todos os casos, os argumentos citados pela Seduc para a n&atilde;o ades&atilde;o ao movimento grevista s&atilde;o sempre os mesmos, ou seja, o Tocantins paga o 2&ordm; melhor sal&aacute;rio do pa&iacute;s.<br />
<br />
<u><strong>Aragua&iacute;na</strong></u><br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/foto%207%20-%20elias%20oliveira%20(1).JPG" style="width: 300px; height: 275px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: left;" />Para o diretor regional de Gest&atilde;o e Forma&ccedil;&atilde;o de Aragua&iacute;na, Jos&eacute; da Guia, os professores que n&atilde;o trabalharam nesta segunda-feira, 24, podem retomar em breve as atividades. <em>&ldquo;Esta greve n&atilde;o &eacute; unificada e os pais n&atilde;o foram consultados. Se fossem ouvidos, todos saberiam que eles s&atilde;o contra qualquer paralisa&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, avaliou.&nbsp; <em>&ldquo;Por aqui, seguimos tratando o caso com muito di&aacute;logo e acreditamos que logo todas as escolas voltam &agrave;s atividades</em>&rdquo;, afirmou o diretor regional.<br />
<br />
<u><strong>Terrorismo e reposi&ccedil;&atilde;o de aulas</strong></u><br />
<br />
A Secretaria Estadual de Educa&ccedil;&atilde;o afirmou que as escolas ter&atilde;o que repor os dias letivos perdidos para que o movimento grevista n&atilde;o atrapalhe o andamento do calend&aacute;rio escolar de 200 dias letivos e o aproveitamento dos estudantes.<br />
<br />
Para aterrorizar os alunos, a Secretaria informou que a reposi&ccedil;&atilde;o poder&aacute; ocorrer aos s&aacute;bados e, se for necess&aacute;rio, em parte do per&iacute;odo de f&eacute;rias, em julho.<br />
<br />
<u><strong>Propostas</strong></u><br />
<br />
A Secretaria informou que muitas das demandas do Sintet j&aacute; tiveram andamento, como a reivindica&ccedil;&atilde;o quanto ao Plano de Cargos, Carreira e Sal&aacute;rios (PCCS). A Secad j&aacute; sinalizou que pode apresentar PCCS &uacute;nico para professores e t&eacute;cnicos administrativos da &aacute;rea da Educa&ccedil;&atilde;o. O Plano est&aacute; em an&aacute;lise e na reuni&atilde;o do pr&oacute;ximo dia 31 ser&atilde;o discutidas as regras espec&iacute;ficas, entre outras quest&otilde;es.<br />
<br />
A Seduc disse que j&aacute; se posicionou favor&aacute;vel &agrave; reivindica&ccedil;&atilde;o de elei&ccedil;&atilde;o para diretores nas escolas. A proposta &eacute; que na reuni&atilde;o j&aacute; marcada para 31 de mar&ccedil;o sejam definidas as pautas de trabalho para elabora&ccedil;&atilde;o de projeto cujo objetivo ser&aacute; regulamentar os requisitos e etapas do processo.<br />
<br />
Sobre a data base, a Secad aguarda a defini&ccedil;&atilde;o do &Iacute;ndice Nacional de Pre&ccedil;os ao Consumidor (INPC) de abril para que os c&aacute;lculos sejam feitos. A Lei 2.708/2013 fixa em 1&ordm; de maio a data para revis&atilde;o geral anual da remunera&ccedil;&atilde;o dos servidores e determina que para a reposi&ccedil;&atilde;o salarial referente ao ano de 2014 seja considerado o valor do INPC apurado entre os meses de outubro de 2012 e abril de 2014.</span>

Comentários pelo Facebook: