Seet
Sobral – 300×100

Conselheiros acusam Cleiton de tentar esconder rombo no Sisepe e Justiça adia Assembleia Geral

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Nesta sexta-feira (28) o juiz Daniel Izidoro Calabro Queiroga, do Tribunal Regional do Trabalho da 10&ordf; Regi&atilde;o, expediu liminar determinando que seja adiada por 45 dias a Assembleia Geral para aprecia&ccedil;&atilde;o das contas da diretoria do Sindicato dos Servidores P&uacute;blicos do Tocantins (Sisepe).<br />
<br />
O pedido foi protocolado pelos membros do Conselho Fiscal do Sindicato alegando que o presidente Cleiton Pinheiro n&atilde;o prestou contas em tempo h&aacute;bil para que fosse analisada. A assembleia aconteceria neste s&aacute;bado (28). Um oficial de justi&ccedil;a j&aacute; notificou o presidente da determina&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
<strong><u>A presta&ccedil;&atilde;o de contas</u></strong><br />
<br />
Dos tr&ecirc;s conselheiros, dois membros oficiaram o Sisepe no &uacute;ltimo dia 27 alertando da necessidade de adiar a assembleia, pois, conforme consta no Estatuto Social, a Assembleia Geral s&oacute; deve ocorrer mediante parecer t&eacute;cnico do Conselho Fiscal.<br />
<br />
Conforme os conselheiros Alex Fabiano Ramos e Janio Marcos Rodrigues da Silva, o presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro, deveria ter entregue toda a presta&ccedil;&atilde;o de contas no prazo m&aacute;ximo de at&eacute; 45 dias ap&oacute;s o final do ano. No entanto, os documentos s&oacute; foram colocados &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o do Conselho Fiscal dois dias antes da data marcada para a Assembleia Geral. <em>&ldquo;&Eacute; humanamente imposs&iacute;vel analisar todas as contas do ano de 2013 em menos de 48 horas e emitir um parecer&rdquo;</em>, afirmou o conselheiro Alex Fabiano.<br />
<br />
<u><strong>Tentando esconder o rombo</strong></u><br />
<br />
Conforme documentos apresentados pelos dois conselheiros, um of&iacute;cio foi encaminhado &agrave; Diretoria Executiva do Sisepe no dia 21 de fevereiro solicitando a presta&ccedil;&atilde;o de contas, o que n&atilde;o foi atendido. No dia 14 de mar&ccedil;o o Conselho protocolou outro of&iacute;cio requerendo os balancetes ao presidente, por&eacute;m, mais uma vez Cleiton Pinheiro n&atilde;o apresentou os documentos.<br />
<br />
<em>&ldquo;Por que essa demora para entregar a presta&ccedil;&atilde;o de contas ao Conselho? O que ele [Cleiton Pinheiro] quer tanto esconder ou do que est&aacute; com medo? Nossa compet&ecirc;ncia &eacute; analisar as contas e emitir um parecer pela aprova&ccedil;&atilde;o ou rejei&ccedil;&atilde;o. Se ele est&aacute; tentando a todo custo evitar que o Conselho Fiscal tenha acesso a esses documentos &eacute; porque tem alguma coisa errada. Falta transpar&ecirc;ncia&rdquo;</em>, pontuou o segundo conselheiro.<br />
<br />
Alex Fabiano afirmou que ap&oacute;s o Movimento pela Moraliza&ccedil;&atilde;o e Democratiza&ccedil;&atilde;o do Sisepe (MMDS) ter denunciado a farra de jetons, di&aacute;rias e combust&iacute;veis, o presidente foi questionado por v&aacute;rios filiados e tem evitado apresentar os relat&oacute;rios e demonstrativos.<br />
<br />
<em>&ldquo;Ele proibiu que qualquer documento saia do sindicato sem a autoriza&ccedil;&atilde;o dele. Se um filiado solicitar os demonstrativos de qualquer conta, o que &eacute; direito garantido no Estatuto, a Diretoria s&oacute; pode repassar se o Cleiton autorizar. Essa &eacute; a maneira que ele encontrou de evitar que muitos filiados saibam do rombo nas contas do Sisepe. Pela primeira vez na hist&oacute;ria do sindicato n&oacute;s vamos fechar um ano no vermelho, devendo&rdquo;</em>, relatou Alex Fabiano.</span>

Comentários pelo Facebook: