Sobral – 300×100
Seet

Deputada quer audiência pública com professores para solucionar conflito entre categoria e Governo

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Em requerimento apresentado durante a sess&atilde;o plen&aacute;ria desta quinta-feira,03, a deputada estadual Josi Nunes(PMDB) solicitou a realiza&ccedil;&atilde;o de uma audi&ecirc;ncia p&uacute;blica com os profissionais da educa&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
De acordo com a propositura , o objetivo da Audi&ecirc;ncia ser&aacute; levantar os motivos da greve e mediar o di&aacute;logo com o Governo do Estado.<em> &ldquo;Estamos vivenciando nos &uacute;ltimos dias uma greve dos profissionais da educa&ccedil;&atilde;o que atingiu todo o Estado do Tocantins. Em virtude desta paralisa&ccedil;&atilde;o, milhares de alunos est&atilde;o fora das salas de aula. Falta de investimento, enquadramento dos profissionais no Plano de Cargos e Sal&aacute;rios com efeitos financeiros, valoriza&ccedil;&atilde;o dos profissionais dentre outros, s&atilde;o alguns dos motivos alegados pela classe&rdquo;</em>, justificou a parlamentar.<br />
<br />
Para a deputada, o Poder Legislativo n&atilde;o pode se furtar a sua responsabilidade de ouvir a classe e buscar o entendimento junto ao Poder Executivo.&nbsp; <em>&ldquo;Por essa raz&atilde;o estamos propondo a Comiss&atilde;o de Educa&ccedil;&atilde;o, a realiza&ccedil;&atilde;o desta audi&ecirc;ncia p&uacute;blica, com sugest&atilde;o de data para o dia 10 de abril pr&oacute;ximo, para que possamos ouvir os servidores e tentar conciliar esta situa&ccedil;&atilde;o para por um fim a este conflito e assistir o retorno das aulas nas escolas p&uacute;blicas do Tocantins&rdquo;</em>, completou.<br />
<br />
A greve dos professores come&ccedil;ou no dia 24 de mar&ccedil;o e n&atilde;o h&aacute; previs&atilde;o para o retorno &agrave;s aulas, apesar de decis&atilde;o judicial que declarou ilegal o movimento.<br />
<br />
Nesta quarta-feira (2 de abril), os profissionais interditaram a BR-153 nas principais cidades &agrave;s margens da rodovia federal, como em Aragua&iacute;na, Colinas do Tocantins, Aguiarn&oacute;polis e Para&iacute;so. J&aacute; em Tocantin&oacute;polis os professores fizeram o vel&oacute;rio da educa&ccedil;&atilde;o, uma cr&iacute;tica ao descaso da atual gest&atilde;o.</span><br />
<br />

Comentários pelo Facebook: