Sobral – 300×100
Seet

Estudantes da rede estadual comemoram aprovação no vestibular da UFT

admin -

<span style="font-size:14px;">Alunos da rede estadual de ensino comemoram a aprova&ccedil;&atilde;o no vestibular mais concorrido do Estado, o da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Para muitos, a escola e os professores tiveram papel importante no processo de dedica&ccedil;&atilde;o aos estudos. Agora, saindo do ensino m&eacute;dio, esses estudantes se prepararam para a vida acad&ecirc;mica e para o in&iacute;cio de uma nova fase estudantil.<br />
<br />
Um desses estudantes que deixam as escolas estaduais rumo a universidade &eacute; Lendel Moura Sanches, 17 anos, que garantiu a segunda melhor nota no vestibular para Ci&ecirc;ncias da Computa&ccedil;&atilde;o. Lendel cursou o ensino m&eacute;dio t&eacute;cnico em Rede de Computadores no Col&eacute;gio da Pol&iacute;cia Militar de Palmas. &quot;Pela base que a escola me deu n&atilde;o tive dificuldade no vestibular. Toda a prepara&ccedil;&atilde;o foi mesmo nas aulas. Estudava em casa e tirava as d&uacute;vidas com os professores. Nunca frequentei cursinhos. Tudo o que precisei foi revisar as mat&eacute;rias&rdquo;, enfatizou.<br />
<br />
Marcos Fernandes Vila Real, 22 anos, sempre estudou em escolas p&uacute;blicas e concluiu o ensino m&eacute;dio na Escola Estadual Carm&ecirc;nia Matos Maia, em Porto Nacional. Ele foi aprovado na UFT para o curso de Ci&ecirc;ncias Econ&ocirc;micas. &ldquo;J&aacute; passei em outros vestibulares, mas como eram particulares n&atilde;o cheguei a cursar. Passar na federal foi a realiza&ccedil;&atilde;o de um sonho que foi alcan&ccedil;ado pelo meu esfor&ccedil;o, mas tamb&eacute;m pelo ensino que recebi e aos bons professores que tive&rdquo;, destacou.<br />
<br />
<u><strong>Pela segunda vez</strong></u><br />
<br />
A hist&oacute;ria da dedica&ccedil;&atilde;o aos estudos de Dowglas Pereira de Oliveira, 17 anos, foi conhecida nacionalmente quando ele participou do programa Encontro com F&aacute;tima Bernardes, na Rede Globo, em 23 de janeiro deste ano.&nbsp; Estudante de escola p&uacute;blica, ele havia conseguido o primeiro lugar no vestibular de Medicina da Universidade de Gurupi (Unirg). Agora, o resultado da UFT tamb&eacute;m trouxe o nome dele na lista de aprovados.<br />
<br />
Dowglas concluiu no ano passado o ensino m&eacute;dio no Centro de Ensino M&eacute;dio Bom Jesus, da rede estadual de ensino. Para ele, ser aprovado duas vezes em Medicina &eacute; um reconhecimento. &ldquo;Nem estou acreditando ainda que passei na UFT. Sempre me dediquei aos estudos e agora estou vendo meu sonho de ser m&eacute;dico se realizar. Qualquer um que se dedique pode passar em boas faculdades. Sempre estudei em escola p&uacute;blica e os meus professores me influenciaram muito&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
<strong><u>Incentivo</u></strong><br />
<br />
Para a secret&aacute;ria de Estado da Educa&ccedil;&atilde;o e Cultura, Adriana Aguiar, as hist&oacute;rias de Dowglas, de Lendel, de Marcos Fernandes, e de tantos outros estudantes da rede estadual de ensino que foram aprovados no vestibular, s&atilde;o um incentivo para quem est&aacute; no ensino m&eacute;dio e sonha em alcan&ccedil;ar a oportunidade de cursar o ensino superior.<br />
<br />
&ldquo;Os professores s&atilde;o muito dedicados e isso &eacute; importante para somar com o esfor&ccedil;o e dedica&ccedil;&atilde;o dos estudantes&rdquo;, disse a secret&aacute;ria.&nbsp; Para o ano letivo de 2014, a rede estadual de ensino tem 79,4 mil estudantes matriculados no ensino m&eacute;dio.<br />
<br />
<u><strong>O vestibular</strong></u><br />
<br />
O resultado do &uacute;ltimo vestibular da UFT foi divulgado nesta ter&ccedil;a-feira, 1&ordm;. Para conferir a lista de aprovados, <a href="http://www.copese.uft.edu.br/v2014_01_resultado_vestibular_uft.pdf" target="_blank">clique aqui</a>.&nbsp;</span>

Comentários pelo Facebook: