Seet
Sobral – 300×100

Siqueira concede benefícios, se desculpa e garante que fez o melhor governo que poderia fazer

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Em seu quarto mandato &agrave; frente do Governo do Tocantins, Siqueira Campos assinou um &ldquo;pacote de bondades&rdquo; ao funcionalismo p&uacute;blico durante uma coletiva &agrave; imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (4). O governador aproveitou tamb&eacute;m a oportunidade para se desculpar pelos seus exageros e intoler&acirc;ncia em certos momentos de sua vida p&uacute;blica. &ldquo;<em>Hoje tenho 86 anos e n&atilde;o vou cometer os mesmos erros que cometi. De n&atilde;o ter toler&acirc;ncia&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
O Siquerido, personagem carinhoso de sua campanha eleitoral, protagonizou diversos momentos de f&uacute;ria no poder, desde puxar a orelha de jornalista, mandar rep&oacute;rter fazer pergunta ao diabo, at&eacute; chamar manifestantes de vagabundos e usu&aacute;rios de crack. A foto abaixo retrata um desses momentos, em Aragua&iacute;na (TO), no lan&ccedil;amento das obras do Hospital Geral.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/20131113174851_sica.jpg" style="width: 458px; height: 370px;" />&nbsp;</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Ainda durante a coletiva, Siqueira reafirmou que assumiu o Estado ap&oacute;s um governo que havia &ldquo;saqueado os cofres p&uacute;blicos&rdquo;, mesmo assim, garantiu que&nbsp;<em>&ldquo;este &eacute; o melhor Governo que poder&iacute;amos fazer com as nossas condi&ccedil;&otilde;es&rdquo;.</em><br />
<br />
<u><strong>Ren&uacute;ncia</strong></u><br />
<br />
J&aacute; o momento esperado por todos, a ren&uacute;ncia, Siqueira Campos optou por desconversar e fazer suspense: &ldquo;tudo pode acontecer&rdquo;. Por&eacute;m, logo ap&oacute;s a coletiva, o governador se reuniu a portas fechadas com o secretariado e anunciou que renunciar&aacute; ao cargo, mas ainda vai participar da inaugura&ccedil;&atilde;o das obras da TO-458, que liga a TO-050 ao munic&iacute;pio de Ipueiras, na manh&atilde; deste s&aacute;bado (5).&nbsp; Questionado se sentir&aacute; falta do Pal&aacute;cio Araguaia, respondeu: &ldquo;eu constru&iacute; o Pal&aacute;cio. Gosto muito daqui&rdquo;.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Siqueira Campos deixa o governo em um momento de turbul&ecirc;ncias (rombo milion&aacute;rio no Igreprev, greve na Educa&ccedil;&atilde;o e Defensoria, e protestos da Pol&iacute;cia Civil) al&eacute;m de uma baixa popularidade. Pesquisa divulgada em dezembro do ano passado, pelo Ibope/CNI, mostrou que quase 60% dos eleitores tocantinenses desaprovam ou n&atilde;o confiam na sua gest&atilde;o. J&aacute; a aprova&ccedil;&atilde;o do governo tucano n&atilde;o ultrapassou 25%.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Pacote de bondades</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Durante a coletiva desta sexta-feira (4), o governador sancionou a lei que cria a Regi&atilde;o Metropolitana de Gurupi, a lei que trata do parcelamento, em 240 meses, da d&iacute;vida do Estado com o Igeprev (Instituto de Gest&atilde;o Previdenci&aacute;ria), al&eacute;m da lei que isenta do Imposto sobre Circula&ccedil;&atilde;o de Mercadorias e Servi&ccedil;os (ICMS) os produtos oriundos da agricultura familiar, at&eacute; 31 de dezembro de 2015.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Pol&iacute;cia Civil</strong></u><br />
<br />
Para a Pol&iacute;cia Civil do Tocantins, o Governador anunciou uma medida que equipara a remunera&ccedil;&atilde;o de agentes de pol&iacute;cia, agentes penitenci&aacute;rios, papiloscopistas, agentes de necrotomia e motoristas de pol&iacute;cia a cargos de n&iacute;vel superior da Pol&iacute;cia Civil. De acordo com Siqueira Campos, a carreira policial merece reajustes remunerat&oacute;rios, principalmente pelos riscos assumidos pelos agentes durante o exerc&iacute;cio. <em>&ldquo;Esta &eacute; uma carreira que envolve muitos riscos, que envolve muitos problemas e precisa ser bem remunerada&rdquo;</em>, frisou.<br />
<br />
<u><strong>Sa&uacute;de</strong></u><br />
<br />
O governador do Estado ainda anunciou a altera&ccedil;&atilde;o no anexo I da lei 2.670/2012, aumentando o n&uacute;mero de cargos no quadro da sa&uacute;de de 10.229 para 12.069. Desta forma, fica aberta pela gest&atilde;o estadual a possibilidade de realiza&ccedil;&atilde;o de um concurso p&uacute;blico para 1.840 vagas para o setor. Os cargos rec&eacute;m-criados poder&atilde;o ser direcionados, por exemplo, &agrave;s novas unidades hospitalares que est&atilde;o sendo constru&iacute;das no Tocantins, bem como complementar os quadros de profissionais j&aacute; existentes.<br />
<br />
<u><strong>Educa&ccedil;&atilde;o</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Da parte da Educa&ccedil;&atilde;o, o governo editou a Medida Provis&oacute;ria n&deg; 11/2014, que trata do Plano de Cargos, Carreiras e Remunera&ccedil;&otilde;es da educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica. De acordo com Siqueira Campos, a medida cria o quadro de apoio administrativo da categoria, al&eacute;m de realinhar os rendimentos dos professores normalistas e auxiliares de n&iacute;vel m&eacute;dio com os dos professores da educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica de n&iacute;vel superior, beneficiando 3.246 professores de todo o Estado. &ldquo;<em>Existe sempre a necessidade de se melhorar o n&iacute;vel salarial desta categoria. Os professores s&atilde;o os edificadores de uma nova sociedade&rdquo;</em>, destacou.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Os professores buscam ainda a corre&ccedil;&atilde;o salarial de acordo com os &iacute;ndices reajustados do FUNDEB, o pagamento do reajuste da data base previsto para 1&ordm; de maio, regulariza&ccedil;&atilde;o dos repasses financeiros &agrave;s escolas, elei&ccedil;&atilde;o direta para diretor escolar e o fim da interfer&ecirc;ncia pol&iacute;tica nas unidades, al&eacute;m do pagamento retroativo das progress&otilde;es do edital de 2012, prometido para janeiro e n&atilde;o concedido pelo governo.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Defensoria P&uacute;blica</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Outra categoria atendida pelas medias provis&oacute;rias assinadas pelo Governador nesta tarde foi a dos servidores da Defensoria P&uacute;blica do Estado (DPE). Segundo a MP 10/2014, os funcion&aacute;rios da DPE ter&atilde;o os sal&aacute;rios reajustados a partir de janeiro de 2015, conforme a seguinte f&oacute;rmula: 15,5% no dia 12 de janeiro de 2015; 15,5% em janeiro de 2016; 15,5% em janeiro de 2017 e mais 15,5% em janeiro de 2018. &ldquo;Eu n&atilde;o quero ver nenhum servidor p&uacute;blico humilhado, por falta de justo benef&iacute;cio. Todos os nossos servidores s&atilde;o por demais importantes&rdquo;, disse.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">O governador assinou ainda o Decreto 5019 de doa&ccedil;&atilde;o de aproximadamente 800 lotes ao munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na para serem destinados ao Programa Minha Casa Minha Vida, que beneficiar&aacute; apenas servidores p&uacute;blicos municipais e estaduais.</span><br />

Comentários pelo Facebook: