Sobral – 300×100
Seet

Carga de cigarro avaliada em quase R$ 1 milhão é apreendida, mas motorista foge por falta de apoio da PF e PC

admin -

<span style="font-size:14px;">A Pol&iacute;cia Rodovi&aacute;ria Federal fez a maior apreens&atilde;o de cigarros no Estado do Tocantins. Um caminh&atilde;o bitrem transportava aproximadamente mil caixas de cigarros, correspondente a 500 mil carteiras de cigarros. O carregamento &eacute; avaliado em mais de um milh&atilde;o de reais.<br />
<br />
A apreens&atilde;o aconteceu na tarde de s&aacute;bado (5) no Km 329 da BR 153, em Guara&iacute; (TO). O caminh&atilde;o estava com dois semi reboques, placas de S&atilde;o Paulo, conduzido por um homem de 41 anos, que saiu de Dourados/MS com destino a Santa Isabel/PA. O condutor apresentou nota fiscal de 36.340 kgs de Milho a granel.<br />
<br />
Ao conferir a carga, os agentes da PRF constataram que os dois semi reboques estavam completamente lotadas de caixas de cigarros. A carga, estimada em aproximadamente 1000 caixas de cigarros, s&atilde;o das marcas Record e R7, correspondente a 500 mil carteiras. O carregamento, pelo valor de mercado, est&aacute; avaliado em mais de 1 milh&atilde;o de reais.<br />
<br />
Segundo a PRF, esta foi a maior apreens&atilde;o de cigarros feita no Tocantins.<br />
<br />
<u><strong>Solicita&ccedil;&atilde;o de apoio negado</strong></u><br />
<br />
Por falta de efetivo policial para escoltar o carregamento at&eacute; Palmas (TO), a PRF solicitou apoio da Pol&iacute;cia Federal, mas n&atilde;o obteve apoio por quest&otilde;es de log&iacute;stica e de pessoal. Em seguida foi solicitado o apoio da Pol&iacute;cia Civil em Guara&iacute; para receber a ocorr&ecirc;ncia, havendo a sinaliza&ccedil;&atilde;o positiva, por&eacute;m logo ap&oacute;s a recusa por inst&acirc;ncia superior sob a justificativa de ser a ocorr&ecirc;ncia de compet&ecirc;ncia da Pol&iacute;cia Federal.<br />
<br />
<u><strong>Fuga do motorista</strong></u><br />
<br />
Os agentes da PRF, cumprindo normativas legais quanto utiliza&ccedil;&atilde;o das algemas apenas em casos extremos; primando pela garantia dos direitos do cidad&atilde;o e ser humano; para evitar uma a&ccedil;&atilde;o de abuso de autoridade; por n&atilde;o ter um local apropriado para manter o detido durante toda a noite; por n&atilde;o ter sido levantado at&eacute; aquele momento nenhum registro anterior de pr&aacute;tica de il&iacute;cito pelo condutor, considerando ainda o seu comportamento tranquilo antes e durante a apreens&atilde;o da carga, foi autorizado o seu pernoite na boleia do seu caminh&atilde;o. Por&eacute;m, na manh&atilde; de domingo (6) constatou-se a fuga do motorista.<br />
<br />
A Ocorr&ecirc;ncia ser&aacute; apresentada nesta segunda-feira, 7, &agrave; Pol&iacute;cia Federal e Receita Federal em Palmas/TO.</span>

Comentários pelo Facebook: