Seet
Sobral – 300×100

Durães defende participação do PP na eleição indireta e cita nomes de Lázaro e Roberto Pires

admin -

<span style="font-size:14px;">Durante encontro de empres&aacute;rios e lideran&ccedil;as do PP da regi&atilde;o do Vale do Araguaia neste domingo, 7, o empres&aacute;rio Osvaldo Dur&atilde;es, pr&eacute;-candidato a deputado estadual pelo PP, sugeriu que o partido discuta e lance um nome para as elei&ccedil;&otilde;es indiretas que acontecer&atilde;o nos pr&oacute;ximos 30 dias no Tocantins. <em>&ldquo;O PP pelo papel importante que tem na pol&iacute;tica desse Estado n&atilde;o pode se omitir at&eacute; porque temos um projeto pol&iacute;tico de mudan&ccedil;a e inova&ccedil;&atilde;o que &eacute; a candidatura do Roberto Pires&rdquo;</em>, frisou.<br />
<br />
No encontro estavam presentes o presidente regional do PP, deputado federal L&aacute;zaro Botelho al&eacute;m do pr&eacute;-candidato a governador pelo partido, Roberto Pires. Dur&atilde;es citou ainda que o partido tem v&aacute;rios nomes aptos e com condi&ccedil;&otilde;es de disputar na indireta. <em>&ldquo;Al&eacute;m do Roberto, temos o deputado L&aacute;zaro que &eacute; um l&iacute;der que orgulha esse partido e al&eacute;m disso temos muitos outros nomes e acima de tudo temos um projeto e um plano de governo para esse Estado&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
Dur&atilde;es criticou duramente a ren&uacute;ncia do ex-governador Siqueira Campos e do ex-vice-governador Jo&atilde;o Oliveira. <em>&ldquo;Foi mais que um golpe, foi uma rasteira, uma trama pol&iacute;tica de mau gosto que afronta o povo do nosso Estado. A democracia do Estado foi quebrada&rdquo;</em>, criticou.</span><br />

Comentários pelo Facebook: