Sobral – 300×100
Seet

Ex-vereador Cleudo Negão volta à Câmara Municipal de Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Foi empossado na C&acirc;mara de Aragua&iacute;na (TO), durante a sess&atilde;o desta segunda-feira (7), o ex-vereador Cleudo Neg&atilde;o (PSDB). Ele assume o lugar de Geraldo Silva (PMDB) que se licenciou para comandar a Secretaria Muncipal de Habita&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Cleudo foi vereador na legislatura passada e ficou na segunda supl&ecirc;ncia da coliga&ccedil;&atilde;o PMDB/PSDB, com 1.202 votos, na elei&ccedil;&atilde;o de 2012. O primeiro suplente &eacute; o Secret&aacute;rio de Governo, Gideon Soares, que resolveu abrir m&atilde;o da vaga.<br />
<br />
A legislatura passada ficou marcada pela total omiss&atilde;o fiscalizat&oacute;ria, submiss&atilde;o ao Poder Executivo e aprova&ccedil;&atilde;o de leis &agrave;s escuras, como o aumento de sal&aacute;rio dos pr&oacute;prios vereadores, do prefeito, vice e secret&aacute;rios. A imprensa s&oacute; tomou conhecimento da vota&ccedil;&atilde;o quatro meses depois. Na &eacute;poca, o sal&aacute;rio do vereador saltou de R$ 6,5 mil para R$ 10 mil. No entanto, a atual presid&ecirc;ncia da Casa de Leis reduziu para R$ 9,6 mil para se adequar ao Or&ccedil;amento da C&acirc;mara.<br />
<br />
O sal&aacute;rio do prefeito se elevou para R$ 18 mil, vice para R$ 12 mil e secret&aacute;rio para R$ 10 mil. A mesma legislatura aprovou a doa&ccedil;&atilde;o de v&aacute;rios im&oacute;veis p&uacute;blicos, permitiu a farra na abertura de loteamentos e atuou como &quot;advogada&quot; do ex-prefeito Valuar Barros nas vezes em que foi afastado do cargo pela Justi&ccedil;a.<br />
<br />
J&aacute; o suplente Edimones de Jesus Matos da Silva, (Xeroso), permanecer&aacute; na Casa por mais 180 dias no lugar do vereador Aldair da Costa Sousa (Gip&atilde;o), que vai disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. Xeroso ficou como primeiro suplente da coliga&ccedil;&atilde;o PR/DEM com 1.504 votos.</span>

Comentários pelo Facebook: