Sobral – 300×100
Seet

Empresários de Araguaína aguardam ansiosos novo Refis do Governo Federal

admin -

<span style="font-size:14px;">No &uacute;ltimo dia 2 de abril, a C&acirc;mara dos Deputados aprovou uma nova emenda que reabre o Refis da Crise, programa de parcelamento de d&iacute;vidas do Governo Federal. O texto faz parte da Medida Provis&oacute;ria 627, que engloba tamb&eacute;m a quest&atilde;o das multas para operadoras de plano de sa&uacute;de, d&iacute;vidas de produtores rurais, entre outros.<br />
<br />
Esta primeira aprova&ccedil;&atilde;o garante a renegocia&ccedil;&atilde;o de d&iacute;vidas para todas as empresas, e n&atilde;o s&oacute; para institui&ccedil;&otilde;es financeiras e multinacionais como era previsto. Al&eacute;m de englobar as d&iacute;vidas que venceram at&eacute; 30 de junho de 2013, o Refis ainda incorporou os d&eacute;bitos existentes at&eacute; 2008.<br />
<br />
A not&iacute;cia trar&aacute; um al&iacute;vio significativo para grande parte das empresas de Aragua&iacute;na, segundo conta Ronaldo Dias, diretor da Brasil Price. Vale lembrar que mais de 95% dos empreendimentos da cidade s&atilde;o de micro ou pequeno porte. <em>&ldquo;Os empres&aacute;rio estavam temerosos quanto &agrave; cobran&ccedil;a das d&iacute;vidas, j&aacute; que a lucratividade de seus neg&oacute;cios est&aacute; diretamente ligada &agrave; quest&atilde;o tribut&aacute;ria&rdquo;</em>, afirma. &ldquo;<em>Mas a renegocia&ccedil;&atilde;o dar&aacute; um novo &acirc;nimo para todos, abrindo inclusive oportunidades para novos investimentos e crescimento das empresas&rdquo;</em>, pontua Ronaldo.<br />
<br />
A proposta agora segue para vota&ccedil;&atilde;o no Senado Federal, contudo h&aacute; temores de que o Governo tente derrubar a medida no plen&aacute;rio do Congresso Nacional. Qualquer altera&ccedil;&atilde;o no texto obrigar&aacute; que a Medida Provis&oacute;ria seja novamente avaliada pelos deputados, e isso poder&aacute; extrapolar o prazo limite at&eacute; 21 de abril para que a MP mantenha sua validade. O Senador precisa concluir a vota&ccedil;&atilde;o at&eacute; 17 de abril, em fun&ccedil;&atilde;o dos feriados.<br />
<br />
A previs&atilde;o &eacute; que, com a abertura do Refis, o Governo Federal consiga arrecadas 5 bilh&otilde;es de reais. No &uacute;ltimo programa de parcelamento de d&iacute;vidas, em 2013, cerca de R$ 20 bilh&otilde;es foram para os cofres da Uni&atilde;o. <em>(Singular Comunica&ccedil;&atilde;o)</em></span>

Comentários pelo Facebook: