Sobral – 300×100
Seet

Polícia indicia motorista embriagado que atropelou e matou homem de 53 anos

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">A Pol&iacute;cia Civil, por interm&eacute;dio da Delegacia de Arraias autuou em flagrante delito, na manh&atilde; desta segunda-feira (10), pelos crimes de homic&iacute;dio culposo e embriaguez ao volante, Geneir Jos&eacute; Batista. Ele &eacute; acusado de atropelar e matar o senhor Natal&iacute;cio Vieira Batista, 53.<br />
<br />
Segundo informa&ccedil;&otilde;es do Delegado Ronan Almeida Souza, respons&aacute;vel pelo caso, na noite do &uacute;ltimo domingo, Geneir conduzia um ve&iacute;culo Fiat Uno de cor branca na Rodovia TO 050 em dire&ccedil;&atilde;o a Arraias quando por volta da 19h30min h&aacute; aproximadamente 04 quil&ocirc;metros daquele munic&iacute;pio, atropelou Natal&iacute;cio, que se encontrava as margens da rodovia.<br />
<br />
Ap&oacute;s o acidente, Geneir parou seu carro e tentou prestar socorro a v&iacute;tima, sinalizando para que outros ve&iacute;culos parassem. No entanto, n&atilde;o obteve sucesso e, ent&atilde;o pegou seu pr&oacute;prio carro e foi at&eacute; Arraias, onde acionou o socorro, e se dirigiu at&eacute; a delegacia de plant&atilde;o para comunicar o fato &agrave; Pol&iacute;cia.<br />
<br />
O motorista foi atendido pelo delegado Dr. Ronan, que ap&oacute;s uma r&aacute;pida conversa, percebeu vest&iacute;gios de embriagu&ecirc;s no condutor e solicitou que o mesmo fosse submetido a um teste de etil&ocirc;metro (baf&ocirc;metro) onde foi constatado a presen&ccedil;a de 0,79 g de &aacute;lcool no sangue, bem acima dos 0,6 g por litro de sangue tolerados pela lei.<br />
<br />
Diante das evidencias de embriagu&ecirc;s, e ap&oacute;s tomar conhecimento de que a v&iacute;tima do acidente tinha morrido a caminho do hospital, o Delegado prendeu Geneir e o indiciou por homic&iacute;dio culposo (quando n&atilde;o h&aacute; inten&ccedil;&atilde;o de matar) e embriaguez ao volante. O autuado foi ent&atilde;o conduzido &agrave; carceragem da cadeia p&uacute;blica de Arraias onde ficar&aacute; a disposi&ccedil;&atilde;o do poder judici&aacute;rio.</span></div>

Comentários pelo Facebook: