Seet
Sobral – 300×100

Secretaria do Trabalho e Assistência Social realiza Clube da Troca Solidária

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O Governo do Estado, por meio da Setas – Secretaria do Trabalho e da Assist&ecirc;ncia Social, realizou na &uacute;ltima sexta-feira, 07, o Clube da Troca Solid&aacute;ria no Assentamento Vit&oacute;ria R&eacute;gia em Aragominas, regi&atilde;o Norte do Estado.<br />
<br />
No evento, cerca de mil fam&iacute;lias foram beneficiadas com o Clube da Troca Solid&aacute;ria. Os participantes puderam fazer a troca de produtos como: polpas de frutas, galinhas, porcos, queijo, farinha, entre outros produtos.<br />
<br />
Um dos produtores beneficiados pelo Clube foi Jo&atilde;o Benicio, do Assentamento Vit&oacute;ria R&eacute;gia, que trouxe um animal de sua pr&oacute;pria cria&ccedil;&atilde;o em troca levou g&ecirc;neros aliment&iacute;cios n&atilde;o perec&iacute;veis. &ldquo;Esse projeto veio nos trazer a oportunidade de reabastecer as nossas dispensas, valorizando a nossa produ&ccedil;&atilde;o&rdquo;, afirmou o benefici&aacute;rio Benicio.<br />
<br />
O presidente da Associa&ccedil;&atilde;o do Assentamento Vit&oacute;ria R&eacute;gia, Jo&atilde;o Leite, fez quest&atilde;o de participar do Clube, na pesagem dos alimentos. De acordo com Jo&atilde;o Leite, a a&ccedil;&atilde;o vem valorizar o homem do campo. &ldquo;Muita coisa que &eacute; produzida aqui, &eacute; consumida aqui mesmo. Muitos produtos podem beneficiar outras comunidades, a a&ccedil;&atilde;o da Setas vem incentivar e trazer novas perspectivas aos assentados&rdquo;, afirmou o presidente.<br />
<br />
<u><strong>Clube da Troca Solid&aacute;ria</strong></u><br />
<br />
Um com&eacute;rcio onde a moeda n&atilde;o &eacute; o real. &Eacute; assim que funciona o Clube ou as feiras de Troca Solid&aacute;ria. Nesses espa&ccedil;os, onde os pequenos empreendedores disponibilizam uma grande variedade de produtos para o com&eacute;rcio, al&eacute;m de funcionar como canal para o escoamento da produ&ccedil;&atilde;o, &eacute; poss&iacute;vel desenvolver rela&ccedil;&otilde;es de coopera&ccedil;&atilde;o, solidariedade, mutualidade com as fam&iacute;lias oriundas de programas sociais, comunidades tradicionais e assentados associados/cooperados, al&eacute;m de igrejas.<br />
<br />
No Tocantins, essa permuta solid&aacute;ria tem promovido a auto-sustentabilidade, o incentivo &agrave; produ&ccedil;&atilde;o e ao consumo, fatores de enriquecimento e inclus&atilde;o dos indiv&iacute;duos. <em>(Edson Santos)</em></span></div>

Comentários pelo Facebook: