Lançada Frente Parlamentar Mista de Combate ao Roubo de Cargas

admin -

<span style="font-size:14px;">Em 2012, o setor de transporte de cargas sofreu preju&iacute;zo de R$ 1 bilh&atilde;o com o roubo a caminh&otilde;es. Os carregamentos mais visados pelos bandidos foram os de cigarro, alimentos e produtos eletr&ocirc;nicos. Em 2013, dados ainda n&atilde;o divulgados, apontam que esse valor aumentar&aacute;, uma vez que mais de 15 mil ocorr&ecirc;ncias foram registradas.<br />
<br />
O deputado federal C&eacute;sar Halum (PRB-TO), participou na ter&ccedil;a-feira (20), da instala&ccedil;&atilde;o da Frente de Combate ao Roubo de Cargas e na oportunidade foi designado pelo presidente da frente e l&iacute;der do PRB na C&acirc;mara, deputado George Hilton, como coordenador dos trabalhos no Estado do Tocantins.<br />
<br />
Um dos objetivos da Frente &eacute; discutir medidas para agravar a pena dos envolvidos com esse tipo de crime. Os parlamentares estar&atilde;o empenhados para aprovar o Projeto de Lei 1.778/11, que prev&ecirc; puni&ccedil;&atilde;o para empresas envolvidas com a recepta&ccedil;&atilde;o dos produtos roubados. Segundo a proposta, a empresa que for pega comercializando produtos de furto, contrabando ou de qualquer ato il&iacute;cito ter&aacute; o CNPJ suspenso por 180 dias e, no caso de reincid&ecirc;ncia, o cadastro ser&aacute; suspenso definitivamente.<br />
<br />
Halum ressaltou a import&acirc;ncia da Frente para mobilizar os parlamentares quanto &agrave; import&acirc;ncia do assunto. <em>&ldquo;N&atilde;o &eacute; poss&iacute;vel continuarmos com crimes, mortes e, principalmente, com perdas nessa atividade fundamental para o Brasil. Temos iniciativas excelentes aqui na Casa, o que falta &eacute; agilidade para buscar uma solu&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
O republicano exemplificou ao citar que o contingente de policiais rodovi&aacute;rios federais diminuiu sistematicamente nos &uacute;ltimos anos. <em>&ldquo;No Tocantins, no ano de 2006, eram cerca de 190 policiais, hoje s&atilde;o 90. &Eacute; preciso valorizar o trabalho destes servidores, aumentando o n&uacute;mero de agentes, pois assim nossas estradas estar&atilde;o mais seguras&rdquo;,</em> disse.<br />
<br />
O evento foi acompanhado por representantes das empresas ligadas ao setor, da Ag&ecirc;ncia Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) e dos caminhoneiros.</span>

Comentários pelo Facebook: