Marcelo Lelis atribui caos na saúde a um Governo de "improviso e desorientado"

admin -

<span style="font-size:14px;">Um dia depois do pedido de socorro feito pelos funcion&aacute;rios do Hospital Dona Regina, ao paralisarem suas atividades para reivindicar melhor estrutura de trabalho, uma beb&ecirc; de um ano e sete meses morreu na cidade de Colinas, ap&oacute;s esperar por quase 8 horas que o Governo do Estado enviasse uma UTI A&eacute;rea, que nunca chegou. <em>&ldquo;Esse &eacute; um fato lament&aacute;vel. &Eacute; comovente ver o relato de um pai, desesperado por ter perdido seu &uacute;nico filho e n&atilde;o poder fazer nada para impedir. &Eacute; revoltante saber que, conforme foi divulgado pela imprensa, a UTI A&eacute;rea n&atilde;o socorreu o menino porque o Governo do Estado n&atilde;o pagou uma d&iacute;vida que tem com a empresa que presta o servi&ccedil;o. Infelizmente essa foi uma trag&eacute;dia anunciada&rdquo;,</em>&nbsp;criticou o deputado Marcelo Lelis (PV).<br />
<br />
Como o presidente da Comiss&atilde;o de Sa&uacute;de, Meio Ambiente e Turismo, o deputado Marcelo Lelis convocar&aacute; uma reuni&atilde;o com os parlamentares para que se proponha a&ccedil;&otilde;es que resolvam o problema da sa&uacute;de no Tocantins. Ele tamb&eacute;m organizar&aacute; uma visita de um grupo de deputados ao Hospital Dona Regina para ver de perto a situa&ccedil;&atilde;o do servi&ccedil;o de sa&uacute;de materno-infantil oferecido pelo Governo em Palmas.<br />
<br />
<em>&ldquo;Estamos fazendo isso em todo o Tocantins. J&aacute; estivemos em Gurupi, fazendo uma audi&ecirc;ncia p&uacute;blica para discutir a situa&ccedil;&atilde;o do Hospital Geral da cidade. O mesmo foi feito com o Hospital Geral de Palmas e faremos tamb&eacute;m em Aragua&iacute;na. Faltam medicamentos b&aacute;sicos para prestar atendimento e estrutura para que os profissionais da sa&uacute;de possam trabalhar com dignidade. Pessoas est&atilde;o correndo risco de morrer pela incompet&ecirc;ncia do Governo Estadual. Isso n&atilde;o pode acontecer</em>&rdquo;, avalia Marcelo Lelis.<br />
<br />
<u><strong>Vergonha nacional</strong></u><br />
<br />
A precariedade do Hospital Dona Regina foi exposta a todo Brasil em reportagem veiculada no jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, na manh&atilde; da &uacute;ltima quarta-feira (28). <em>&ldquo;O Tocantins virou motivo de indigna&ccedil;&atilde;o nacional. &Eacute; uma vergonha para o nosso Estado. Se faltam medicamentos e materiais de trabalho nos hospitais &eacute; porque n&atilde;o existe uma gest&atilde;o eficiente, que tenha planejamento em suas a&ccedil;&otilde;es. O que vemos &eacute; um Governo feito de improviso, desorientado em suas a&ccedil;&otilde;es. N&atilde;o existe organiza&ccedil;&atilde;o na gest&atilde;o p&uacute;blica, n&atilde;o se tem planejamento nas a&ccedil;&otilde;es do Governo, e acima de tudo falta cuidado com o povo tocantinense&rdquo;</em>, afirma.<br />
<br />
Marcelo Lelis criticou a postura do governador Sandoval Cardoso diante do caso. <em>&ldquo;O atual governador, que deu continuidade ao governo Siqueira Campos, est&aacute; em campanha, enquanto pessoas est&atilde;o morrendo nos corredores dos hospitais do Estado. Hoje (29) mesmo, ele esteve num caf&eacute; da manh&atilde; em Aragua&iacute;na e o assunto n&atilde;o era a grave situa&ccedil;&atilde;o do Hospital Regional da cidade ou a morte desse beb&ecirc; em Colinas, mas sim o apoio pol&iacute;tico para sua campanha. Enquanto a reportagem que mostrou o descaso com o Hospital Dona Regina era feita, o governador estava em uma cavalgada, deixando clara a falta de compromisso na solu&ccedil;&atilde;o dos problemas s&eacute;rios vividos na sa&uacute;de p&uacute;blica do Tocantins, assim como em outras &aacute;reas como seguran&ccedil;a, infraestrutura. Ele foi ao Dona Regina, mas o problema n&atilde;o foi resolvido&rdquo;</em>, critica Lelis.</span>

Comentários pelo Facebook: