Sobral – 300×100
Seet

Prefeitos de Piraquê e Darcinópolis se comprometem a resolver problemas

admin -

<span style="font-size:14px;">Terminaram com &ecirc;xito as audi&ecirc;ncias p&uacute;blicas promovidas pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Tocantins (MPTO), presididas pelo Promotor de Justi&ccedil;a, em substitui&ccedil;&atilde;o autom&aacute;tica, da Comarca de Wanderl&acirc;ndia Sidney Fiori J&uacute;nior, nos munic&iacute;pios de Piraqu&ecirc; e Darcin&oacute;polis, nos dias 29 e 30 de maio, visando melhorias na rede de escolas municipais.<br />
<br />
Partindo da abordagem das reais condi&ccedil;&otilde;es das escolas p&uacute;blicas locais, mediante exposi&ccedil;&atilde;o dos resultados das vistorias realizadas pelos t&eacute;cnicos do Centro de Apoio Operacional &agrave;s Promotorias da Inf&acirc;ncia e Juventude (Caopij) e depoimentos dos populares presentes, nas audi&ecirc;ncias foram firmados acordos com os gestores de Piraqu&ecirc; e Darcin&oacute;polis, com determina&ccedil;&atilde;o de prazos para resolu&ccedil;&atilde;o dos problemas identificados.<br />
<br />
Em Piraqu&ecirc;, o Prefeito Jo&atilde;o Batista Pereira Sobrinho promover&aacute; melhorias sanit&aacute;rias, estruturais, materiais e pedag&oacute;gicas nas escolas Padre Ant&ocirc;nio, Monte Sinai, Uni&atilde;o Mantiqueira, Boa Uni&atilde;o e na creche Meus Primeiros Passos. Entre as melhorias, h&aacute; a&ccedil;&otilde;es imediatas, outras com prazos m&eacute;dios e outras obriga&ccedil;&otilde;es, que envolvem profundos impactos or&ccedil;ament&aacute;rios, com prazo para conclus&atilde;o at&eacute; dezembro de 2016.<br />
<br />
Em Darcin&oacute;polis, os problemas identificados s&atilde;o similares aos de Piraqu&ecirc;. Na audi&ecirc;ncia, o Prefeito Raimundo Nonato dos Santos tamb&eacute;m assumiu o compromisso de promover melhorias nas escolas Bela Vista, V&iacute;tor Dias, Dom Pedro, Val&eacute;rio da Cruz e Maria Zilda Pereira Alves em prazos inferiores a tr&ecirc;s anos.<br />
<br />
Al&eacute;m das melhorias citadas, nas duas cidades os gestores se comprometeram a investir na log&iacute;stica e na qualidade do transporte escolar, ouvindo a popula&ccedil;&atilde;o para adequa&ccedil;&atilde;o dos procedimentos &agrave; legisla&ccedil;&atilde;o vigente, reformando vias por onde os ve&iacute;culos circulam e capacitando motoristas e monitores.<br />
<br />
&quot;Adotamos uma t&aacute;tica diferente para a busca de solu&ccedil;&otilde;es para os problemas identificados nas escolas. Antes, a equipe do Caopij realizava as vistorias e somente depois, por meio de in&uacute;meras reuni&otilde;es, consegu&iacute;amos firmar, ou n&atilde;o, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Al&eacute;m da demora na solu&ccedil;&atilde;o, o custo para a promo&ccedil;&atilde;o das a&ccedil;&otilde;es era alto, principalmente com as di&aacute;rias dos profissionais envolvidos. Com as audi&ecirc;ncias p&uacute;blicas, em uma &uacute;nica semana, conseguimos realizar as vistorias e, imediatamente, propor acordos de melhorias em duas cidades, sem deixar de constar a participa&ccedil;&atilde;o efetiva dos cidad&atilde;os nesse processo&quot;, comenta Sidney Fiori.<br />
<br />
Para saber as melhorias previstas para cada escola, consulte os anexos das atas das audi&ecirc;ncias, disponibilizados a seguir e tamb&eacute;m na p&aacute;gina do CAOPIJ.</span>

Comentários pelo Facebook: