Sobral – 300×100
Seet

Brasileiros receberão Copa com alegria e civilidade, afirma Dilma

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Luana Louren&ccedil;o</u><br />
<em>Ag&ecirc;ncia Brasil</em></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">A presidenta Dilma Rousseff disse neste domingo (8), em Belo Horizonte, ter certeza de que os brasileiros receber&atilde;o os visitantes que vir&atilde;o ao pa&iacute;s para a Copa do Mundo de forma &ldquo;calorosa, humana e respeitosa&rdquo;. Em discurso na capital mineira, que ser&aacute; palco de seis partidas durante o Mundial, a presidenta disse que o Brasil vai mostrar &ldquo;alegria e civilidade&rdquo; no megaevento.<br />
<br />
&ldquo;Quando visitamos outros pa&iacute;ses [em copas do Mundo], fomos muito bem recebidos. Tenho certeza de que o que o turista vai levar aqui de Belo Horizonte, no seu cora&ccedil;&atilde;o, vai ser essa recep&ccedil;&atilde;o calorosa, humana, respeitosa, que os mineiros e os belo-horizontinos s&atilde;o capazes de dar&rdquo;, disse. &ldquo;Tenho certeza que n&oacute;s vamos mostrar um evento de alegria, de for&ccedil;a e de civilidade do Brasil&rdquo;, acrescentou.<br />
<br />
Apesar das recorrentes manifesta&ccedil;&otilde;es contra a realiza&ccedil;&atilde;o do Mundial, a presidenta voltou a dizer que a Copa ser&aacute; uma festa e defendeu o direito de cada brasileiro de acompanhar e comemorar os resultados do Brasil na competi&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
&ldquo;Tenho certeza de que a Copa vai ser uma festa. E &eacute; fundamental que as pessoas, que s&atilde;o a maioria da popula&ccedil;&atilde;o brasileira, tenham o direito de usufruir dessa grande festa que come&ccedil;a nesta semana que vem&rdquo;. A abertura da Copa ser&aacute; na pr&oacute;xima quinta-feira (12), &agrave;s 17h, na Arena Corinthians, na capital paulista.<br />
<br />
Em Belo Horizonte, Dilma participou da cerim&ocirc;nia de inaugura&ccedil;&atilde;o do Centro de Controle de Opera&ccedil;&otilde;es do Tr&aacute;fego, que auxiliar&aacute; no controle do tr&acirc;nsito, e visitou uma esta&ccedil;&atilde;o do Bus Rapid Train (BRT) da capital pr&oacute;xima ao Est&aacute;dio Mineir&atilde;o. Segundo a presidenta, os investimentos nas obras foram acelerados por conta da Copa do Mundo e elas ficar&atilde;o como legado para a cidade ap&oacute;s o fim da competi&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
&ldquo;A Copa teve esse papel de acelerar essas obras. Mas n&atilde;o foram feitas para o uso exclusivo na Copa. Quando o turista for embora dessa cidade, n&atilde;o vai levar na mala nem o est&aacute;dio, nem a obras do BRT feitas pelo prefeito M&aacute;rcio [Lacerda], n&atilde;o vai levar nada disso. Isso vai ficar de legado para a popula&ccedil;&atilde;o&rdquo;, afirmou.</span><br />

Comentários pelo Facebook: