Seet
Sobral – 300×100

Dilma: valor gasto com educação e saúde é 212 vezes maior que o investido nos estádios

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Paulo Victor Chagas</u><br />
<em>Ag&ecirc;ncia Brasil</em></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Em pronunciamento em rede nacional de r&aacute;dio e TV, a presidenta Dilma Rousseff defendeu hoje (10) a realiza&ccedil;&atilde;o da Copa do Mundo, apresentou dados sobre a prepara&ccedil;&atilde;o do Brasil para o evento, desejou boa sorte aos jogadores e pediu que os brasileiros recebam bem os turistas estrangeiros.<br />
<br />
Segundo ela, o Brasil est&aacute; preparado para a Copa, dentro e fora de campo, mas &eacute; necess&aacute;rio que todos tenham informa&ccedil;&otilde;es corretas sobre o megaevento, &ldquo;sem falso triunfalismo, sem derrotismo ou distor&ccedil;&otilde;es&rdquo;.<br />
<br />
Dilma reafirmou que, durante a prepara&ccedil;&atilde;o do Mundial, o governo n&atilde;o deixou de investir em sa&uacute;de e educa&ccedil;&atilde;o, e disse que as contas est&atilde;o sendo analisadas &ldquo;minuciosamente pelos &oacute;rg&atilde;os de fiscaliza&ccedil;&atilde;o&rdquo;.<br />
<br />
&ldquo;Se ficar provada qualquer irregularidade, os respons&aacute;veis ser&atilde;o punidos com o m&aacute;ximo rigor&rdquo;. A presidenta voltou a argumentar que a Copa n&atilde;o representa somente gastos, mas receitas para o pa&iacute;s, porque funciona como um fator de desenvolvimento econ&ocirc;mico e social, gerando neg&oacute;cios, injetando dinheiro na economia e criando empregos.<br />
<br />
Dilma participa, nesta quinta-feira (12), da cerim&ocirc;nia de abertura do Mundial, em S&atilde;o Paulo, onde Brasil e Cro&aacute;cia se enfrentar&atilde;o. &ldquo;Desde 2010, quando come&ccedil;aram as obras dos est&aacute;dios, at&eacute; 2013, o governo federal, os estados e munic&iacute;pios investiram cerca de R$ 1,7 trilh&otilde;es em educa&ccedil;&atilde;o e sa&uacute;de&rdquo;, destacou. Ao informar que os investimentos nos est&aacute;dios somaram R$ 8 bilh&otilde;es, a presidenta disse que o valor gasto com educa&ccedil;&atilde;o e sa&uacute;de &eacute; 212 vezes maior que o investido nas arenas.<br />
<br />
Em um discurso que valorizou as oportunidades trazidas pela Copa ao Brasil, que venceu &ldquo;seus principais obst&aacute;culos e est&aacute; preparado&rdquo; dentro e fora de campo, Dilma rebateu a cr&iacute;tica dos &ldquo;pessimistas&rdquo; que &ldquo;foram derrotados pela capacidade de trabalho e a determina&ccedil;&atilde;o do povo brasileiro&rdquo;.<br />
<br />
&ldquo;A Copa apressou obras e servi&ccedil;os que j&aacute; estavam previstos no Programa de Acelera&ccedil;&atilde;o do Crescimento&rdquo;, acrescentou a presidenta.&nbsp; Segundo Dilma, a capacidade dos aeroportos dobrou e foram constru&iacute;dos est&aacute;dios multiuso para shows, centros de neg&oacute;cio e de lazer.<br />
<br />
&ldquo;Uma Copa dura apenas um m&ecirc;s, os benef&iacute;cios ficam para toda vida&rdquo;, comparou. Dilma reafirmou que as obras em aeroportos n&atilde;o eram necess&aacute;rias apenas para receber os torcedores estrangeiros, mas para atender &agrave; demanda nacional de passageiros, que triplicou em dez anos. Al&eacute;m de repetir que obras como as de mobilidade urbana n&atilde;o ser&atilde;o levadas na mala pelos turistas, fala que tem se tornado frequente em seus discursos, a presidenta aproveitou para garantir que n&atilde;o haver&aacute; falta de luz nem epidemia de dengue durante a Copa.<br />
<br />
Na avalia&ccedil;&atilde;o de Dilma, apesar dos desafios, o resultado e a celebra&ccedil;&atilde;o final valem o esfor&ccedil;o da prepara&ccedil;&atilde;o de um evento como esse. &ldquo;Para qualquer pa&iacute;s, organizar uma Copa &eacute; como disputar uma partida suada, e muitas vezes sofrida. Com direito a prorroga&ccedil;&atilde;o e disputa nos p&ecirc;naltis&rdquo;, comparou. Dilma tamb&eacute;m aproveitou o pronunciamento para elogiar as obras f&iacute;sicas, de infraestrutura, e o sistema de seguran&ccedil;a montado para o Mundial.</span>

Comentários pelo Facebook: