Sobral – 300×100
Seet

Carreta Saúde da Mulher já realizou mais de 18 mil atendimentos só na região norte

admin -

<span style="font-size:14px;">A Carreta &ldquo;Sa&uacute;de Cidad&atilde;, Sa&uacute;de da Mulher&rdquo; realizou 18.762 exames preventivos de c&acirc;ncer de mama e colo de &uacute;tero somente na regi&atilde;o norte do Estado, entre janeiro e maio deste ano. Os n&uacute;meros foram divulgados pela Coordena&ccedil;&atilde;o de Controle Oncol&oacute;gico e Fatores de&nbsp; Risco da Secretaria de Estado da Sa&uacute;de &ndash; Sesau.<br />
<br />
O Programa &ldquo;Sa&uacute;de Cidad&atilde;, Sa&uacute;de da Mulher&rdquo; tem como objetivo desenvolver a&ccedil;&otilde;es que garantam o fornecimento de exames preventivos ao c&acirc;ncer para as mulheres, principalmente na faixa et&aacute;ria de 45 a 69 anos, bem como desenvolver a&ccedil;&otilde;es coordenadas que visem &agrave; garantia do fornecimento regular do exame &agrave;s mulheres para o rastreamento do c&acirc;ncer. A carreta &eacute; um complemento aos servi&ccedil;os de preven&ccedil;&atilde;o que o Governo do Tocantins j&aacute; oferece &agrave;s mulheres.<br />
<br />
De acordo com os dados, foram realizados pela carreta da regi&atilde;o norte 6.202 mamografias, 6.552 ultrasson e 6.008 preventivos de colo do &uacute;tero. Somente no munic&iacute;pio de Tocantin&oacute;polis, onde a carreta permaneceu entre os dias 05 a 30 de maio, foram realizados 3.238 exames preventivos, superando as expectativas j&aacute; que as estimativas eram realizar 950 exames.<br />
<br />
A t&eacute;cnica da Coordena&ccedil;&atilde;o de Controle Oncol&oacute;gico e Fatores de&nbsp; Risco da Secretaria de Estado da Sa&uacute;de (Sesau), Maria Rita, explicou que o objetivo da Unidade M&oacute;vel &eacute; o rastreamento do c&acirc;ncer de mama e do c&acirc;ncer do colo do &uacute;tero. Ainda de acordo com a t&eacute;cnica, as pacientes que tiverem exames alterados s&atilde;o agendadas, atrav&eacute;s da Coordenadoria, diretamente nas unidades de refer&ecirc;ncia, que s&atilde;o o Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA) e o Hospital Geral de Palmas (HGP). &ldquo;Assim, caso o diagn&oacute;stico seja positivo para o c&acirc;ncer de mama, a paciente j&aacute; vai estar no servi&ccedil;o onde &eacute; oferecido o tratamento&rdquo;, destaca<br />
<br />
<u><strong>Mais chances de cura</strong></u><br />
<br />
Ao todo s&atilde;o 3 carretas que percorrem todo o Estado, com todos os equipamentos necess&aacute;rios para a realiza&ccedil;&atilde;o dos exames preventivos, al&eacute;m de equipes especializadas com m&eacute;dicos, enfermeiros e t&eacute;cnicos em enfermagem. Os n&uacute;meros de atendimentos realizados com as tr&ecirc;s unidades m&oacute;veis superam os 40 mil atendimentos. O resultado dos exames ficam prontos dentro de 3 a 4 dias e a inten&ccedil;&atilde;o &eacute; que durante a perman&ecirc;ncia da carreta m&oacute;vel, que &eacute; em m&eacute;dia 20 dias em cada lugar, a mulher j&aacute; tenha, al&eacute;m dos exames, o encaminhamento para o tratamento.<br />
<br />
Com as carretas, o governo do Estado leva atendimento &agrave;s comunidades onde as pessoas t&ecirc;m mais dificuldade de acesso &agrave; sa&uacute;de e possibilita as mulheres tocantinenses mais facilidade de realizar a detec&ccedil;&atilde;o precoce do c&acirc;ncer de mama e do colo de &uacute;tero, podendo aumentar em 90% as chances de cura da paciente</span>

Comentários pelo Facebook: