Sobral – 300×100
Seet

Ataídes alerta que Sandoval pode estar sendo usado para “agregar partidos” e deixar que Siqueira decida o candidato

admin -

<span style="font-size:14px;">Durante a visita &agrave; C&acirc;mara Municipal de Aragua&iacute;na na segunda-feira (9), o &nbsp;senador Ata&iacute;des Oliveira (PROS) reafirmou ser candidato ao Governo do Estado justificando que o eleitor precisa ter op&ccedil;&otilde;es. O parlamentar ainda considerou a ren&uacute;ncia de Siqueira como um &quot;plano maquiav&eacute;lico&quot; e que Sandoval &ldquo;n&atilde;o passa de um batedor de carimbo&rdquo; do ex-governador.<br />
<br />
<em>&ldquo;Sou candidato. Descruzei os bra&ccedil;os. Agora n&atilde;o vai ter mais s&oacute; A e B. Vai ter A, B, C. Espero que tenha D e E.&nbsp; O nosso povo precisa ter mais op&ccedil;&otilde;es!&nbsp; Eu, a vida inteira, tive que votar no A ou no B, ou escolher o menos pior,&rdquo;</em>&nbsp; afirmou.<br />
<br />
Ataides ainda disse n&atilde;o ter vaidade pol&iacute;tica e n&atilde;o precisa usufruir do dinheiro dos outros, pois j&aacute; o tem suficiente. Tamb&eacute;m fez uma ressalva de que sua candidatura est&aacute; condicionada &agrave; vontade divina. <em>&ldquo;Ent&atilde;o, agora tamb&eacute;m estou colocando nosso nome &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o, mesmo n&atilde;o tendo vaidade pelo poder.&nbsp; N&atilde;o quero nada com dinheiro p&uacute;blico, porque tudo isso Deus j&aacute; me concedeu.&nbsp; Eu quero agora retornar para este Estado tudo que ele fez para mim.&nbsp; Esse &eacute; o meu objetivo,&nbsp; at&eacute; quando Deus quiser, evidentemente. Ele que est&aacute; sob o comando de tudo</em>&rdquo;, ponderou o senador.<br />
<br />
<u><strong>Coliga&ccedil;&atilde;o com partidos</strong></u><br />
<br />
Sobre as elei&ccedil;&otilde;es deste ano, Ata&iacute;des falou do recente an&uacute;ncio da coliga&ccedil;&atilde;o com tr&ecirc;s partidos. <em>&ldquo;J&aacute; coligamos com PSC, PTN e PPL, mas estamos conversando com outros nove partidos e as conversas j&aacute; est&atilde;o bem adiantadas. Dentro em breve devemos anunciar mais seis legendas no nosso bloco&rdquo;</em>, afirmou Ata&iacute;des, que &eacute; pr&eacute;-candidato ao governo do Estado nas pr&oacute;ximas elei&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
<u><strong>&quot;Plano maquiav&eacute;lico&quot;</strong></u><br />
<br />
Em rela&ccedil;&atilde;o &agrave; dupla, do vice-governador Jo&atilde;o Oliveira e do governador Siqueira Campos, ocorridas em abril, o senador as considerou como um &ldquo;golpe pol&iacute;tico&rdquo;, um &ldquo;plano maquiav&eacute;lico e uma tramoia&rdquo;, sugerindo que tudo isso deve ser em troca de &quot;alguma coisa&quot;.<br />
<br />
<u><strong>&quot;Batedor de carimbo do Siqueira&quot;</strong></u><br />
<br />
<em>&ldquo;Ele (Sandoval) &eacute; meramente um representante do governo anterior e todos n&oacute;s sabemos disso. Ou seja, todo esse plano maquiav&eacute;lico tem sentido. Ele (Sandoval) &nbsp;pra mim n&atilde;o passa de um batedor de carimbo. Com todo respeito &agrave;s opini&otilde;es contr&aacute;rias, eu vejo que &eacute; uma arapuca para agregar for&ccedil;as e puxar partidos.&nbsp; Mas na hora que esses partidos estiverem todos dentro, ai eu acredito que o atual governador deve chegar na televis&atilde;o e dizer: olha estou com dor de dente e o candidato &eacute; o fulano de tal.&nbsp; Espero que eu esteja errado, mas o (ex) governador (Siqueira)&nbsp; &eacute; muito inteligente.&nbsp; Ele n&atilde;o montou toda essa tramoia em troca de nada&rdquo;</em>, alertou.<br />
<br />
<u><strong>Recursos para Aragua&iacute;na</strong></u><br />
<br />
<em>&ldquo;Somente para Aragua&iacute;na j&aacute; conseguimos junto ao Minist&eacute;rio da Integra&ccedil;&atilde;o Nacional a destina&ccedil;&atilde;o de R$ 85 milh&otilde;es, dinheiro que ser&aacute; aplicado em obras de canaliza&ccedil;&atilde;o dos C&oacute;rregos para o fim aos alagamentos que tiram o sono do nosso povo. Agora basta que a prefeitura apresente ao minist&eacute;rio os projetos para aprova&ccedil;&atilde;o e o dinheiro possa ser liberado&rdquo;,</em> disse o senador.</span>

Comentários pelo Facebook: