Seet
Sobral – 300×100

Ronaldo Dimas e César Halum assinam contrato para início das obras da Via Lago

admin -

<span style="font-size:14px;">O prefeito Ronaldo Dimas, juntamente com o deputado federal C&eacute;sar Halum, assinaram o contrato de repasse de recursos financeiros entre o Governo Federal, por interm&eacute;dio do Minist&eacute;rio das Cidades, ao Munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na para a constru&ccedil;&atilde;o do projeto Via Lago. A gerente da ag&ecirc;ncia da Caixa Econ&ocirc;mica Federal de Aragua&iacute;na, Delma Santos Dias, e o secret&aacute;rio de Infraestrutura, Sim&atilde;o Moura F&eacute;, tamb&eacute;m assinaram o documento nesta quarta-feira, no stand da Caixa, na Exposi&ccedil;&atilde;o Agropecu&aacute;ria de Aragua&iacute;na (Expoara).<br />
<br />
O valor do repasse &eacute; de R$ 11,8 milh&otilde;es e j&aacute; est&aacute; liberado, em conta, para o in&iacute;cio da obra. A contrapartida do munic&iacute;pio &eacute; no valor de R$ 2 milh&otilde;es. De acordo com o prefeito, as obras de constru&ccedil;&atilde;o da Via Lago devem iniciar ainda neste m&ecirc;s de junho. &ldquo;O aterro ser&aacute; iniciado neste m&ecirc;s. Tanto o aterro, como as funda&ccedil;&otilde;es dos pilares da ponte dever&atilde;o estar constru&iacute;dos antes do fechamento do lago que est&aacute; previsto para novembro desse ano&rdquo;, informou o prefeito.<br />
<br />
Segundo Dimas, a Via Lago ser&aacute; um local importante para o lazer dos araguainenses. &ldquo;<em>A utiliza&ccedil;&atilde;o do lago vai ser totalmente diferenciado, adequado a este projeto que vai ser um marco na nossa cidade&rdquo;</em>, destacou.<br />
<br />
Tamb&eacute;m comentou sobre as parcerias realizadas pela atual gest&atilde;o, conseguindo mais investimentos para a cidade. O projeto tem emenda parlamentar do deputado federal C&eacute;sar Halum. <em>&ldquo;O deputado federal C&eacute;sar Halum foi extremamente importante nesse projeto, partiu de uma emenda de bancada colocada por ele&rdquo;, explicou Dimas. &ldquo;Se n&atilde;o fosse esse empenho dele, a gente de fato estaria um pouco longe de conseguir um recurso t&atilde;o importante para a cidade&rdquo;</em>, completou.<br />
<br />
O deputado federal C&eacute;sar Halum tamb&eacute;m comentou sobre a import&acirc;ncia desse projeto para a popula&ccedil;&atilde;o araguainense. <em>&ldquo;Esse projeto tem uma dupla finalidade. A primeira &eacute; o embelezamento de Aragua&iacute;na, dar lazer. Mas a outra &eacute; a integra&ccedil;&atilde;o da cidade: n&oacute;s estamos ligando o centro da cidade &agrave; parte sul&rdquo;</em>, afirmou Halum.<br />
<br />
A gerente da ag&ecirc;ncia central da Caixa, Delma Dias Santos, ressaltou que a institui&ccedil;&atilde;o financeira &eacute; parceira dos Munic&iacute;pios, buscando benef&iacute;cios e investimentos para todos, inclusive para Aragua&iacute;na. <em>&ldquo;A Caixa &eacute; parceira do Munic&iacute;pio, do Governo Estadual, e busca junto com a Prefeitura, e o deputado tamb&eacute;m, trazer os benef&iacute;cios necess&aacute;rios para Aragua&iacute;na, para o seu desenvolvimento, seu crescimento. O nosso papel &eacute; desenvolver o munic&iacute;pio onde a Caixa est&aacute; instalada&rdquo;</em>, declarou a gerente.<br />
<br />
<u><strong>Via Lago</strong></u><br />
<br />
O projeto Via Lago vai beneficiar a popula&ccedil;&atilde;o araguainense, disponibilizando uma &aacute;rea de lazer, esportes e mobilidade urbana da regi&atilde;o sul da cidade. A Via Lago ter&aacute; 1,56 km de extens&atilde;o, come&ccedil;ando no fim da Marginal Neblina (no cruzamento com a Avenida Filad&eacute;lfia) seguindo at&eacute; os setores Lago Azul, Cidade Nova e Nova Morada, com tr&ecirc;s pistas de ida e de volta, ciclovia e cal&ccedil;amento para pedestres. No final da avenida, ser&aacute; constru&iacute;da uma ponte estaiada, que vai interligar o centro de Aragua&iacute;na para esses bairros localizados na regi&atilde;o sul da cidade.<br />
<br />
Dentro do projeto, tamb&eacute;m est&aacute; previsto uma ilha pr&oacute;xima &agrave; Via Lago, onde ser&aacute; constru&iacute;do um restaurante e o acesso ser&aacute; por meio de barcos, com decks de embarque e desembarque.<br />
<br />
Al&eacute;m da valoriza&ccedil;&atilde;o do Lago Azul com o fomento ao turismo, haver&aacute; o desassoreamento do local, com a permiss&atilde;o dos &oacute;rg&atilde;os de fiscaliza&ccedil;&atilde;o ambiental, para o uso da areia acumulada nas margens de c&oacute;rregos que alimentam o lago, bem como o no pr&oacute;prio leito do rio Lontra.</span>

Comentários pelo Facebook: