Sobral – 300×100
Seet

PSDB oficializa candidatura de Aécio Neves com críticas ao PT e elogios a FHC

admin -

<span style="font-size:14px;">Em conven&ccedil;&atilde;o nacional, o PSDB oficializou no s&aacute;bado (14) a candidatura do senador e presidente do partido, A&eacute;cio Neves (MG), &agrave; Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica nas elei&ccedil;&otilde;es de outubro. Dos 451 delegados votantes, 447 aprovaram a candidatura de A&eacute;cio, tr&ecirc;s votaram em branco e um nulo. A legenda n&atilde;o definiu o nome do candidato &agrave; Vice-Presid&ecirc;ncia.<br />
<br />
Em discurso de 20 minutos, A&eacute;cio disse que pretende promover o &ldquo;reencontro do Brasil&rdquo;, defendeu o controle da infla&ccedil;&atilde;o, o combate &agrave; corrup&ccedil;&atilde;o, fez cr&iacute;ticas ao atual governo e elogiou a gest&atilde;o do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.<br />
<br />
&ldquo;A minha responsabilidade, se j&aacute; era grande, hoje &eacute; ainda maior. Se coube a JK [Juscelino Kubitschek], h&aacute; 60 anos, permitir o reencontro do Brasil com desenvolvimento, coube a Tancredo [Neves], 30 anos depois, fazer o pa&iacute;s se reencontrar com a democracia. Outros 30 anos se passaram, agora vamos conduzir o pa&iacute;s &agrave; dec&ecirc;ncia.&rdquo;, disse.<br />
<br />
Para A&eacute;cio, o controle da infla&ccedil;&atilde;o est&aacute; sendo perdido, al&eacute;m de mencionar as den&uacute;ncias de irregularidades envolvendo a Petrobras. &ldquo;No lugar de um novo e prometido salto, perdemos o rumo. Infla&ccedil;&atilde;o est&aacute; de volta atrasando a agenda nacional. O Brasil n&atilde;o aceita mais o Estado cooptado e aparelhado. Quer o fim dos esc&acirc;ndalos em s&eacute;rie e corrup&ccedil;&atilde;o end&ecirc;mica. Por todo territ&oacute;rio nacional, vemos um enorme cemit&eacute;rio de obras inacabadas&rdquo;, disse.<br />
<br />
O ex-governador de S&atilde;o Paulo e ex-ministro da Sa&uacute;de, Jos&eacute; Serra, disse que a candidatura de A&eacute;cio representa as mudan&ccedil;as que o Brasil deseja. &ldquo;N&oacute;s acreditamos em valores que constroem e precisamos saber conviver com as diferen&ccedil;as. O PSDB n&atilde;o nasceu para destruir e sim para servir ao pa&iacute;s. Os brasileiros querem mais verdade, toler&acirc;ncia, compet&ecirc;ncia e n&atilde;o mais frustra&ccedil;&otilde;es&rdquo;, disse Serra, que foi o candidato do PSDB nas elei&ccedil;&otilde;es presidenciais de 2010.<br />
<br />
Na avalia&ccedil;&atilde;o do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o momento &eacute; de ouvir a voz do povo. &ldquo;&Eacute; preciso ouvir a voz das ruas que clamam por mudan&ccedil;a e que cansaram de corrup&ccedil;&atilde;o, mentira e distanciamento do povo. A&eacute;cio sabe ouvir a popula&ccedil;&atilde;o, sabe atrair as pessoas, porque sentem confian&ccedil;a nele. N&oacute;s precisamos ganhar a confian&ccedil;a do povo que quer um futuro diferente&rdquo;.<br />
<br />
O senador Aloysio Nunes Ferreira ressaltou que os brasileiros pedem mudan&ccedil;as, criticou a gest&atilde;o de Dilma Rousseff e disse que o cen&aacute;rio eleitoral &eacute; diferente do da &uacute;ltima campanha em 2010. &ldquo;N&atilde;o nos conformamos com a volta da infla&ccedil;&atilde;o e os brasileiros est&atilde;o chocados com as not&iacute;cias de corrup&ccedil;&atilde;o&rdquo;, disse.&nbsp; Estiveram presentes na conven&ccedil;&atilde;o os governadores Geraldo Alckmin (S&atilde;o Paulo) e Beto Richa (Paran&aacute;).<br />
<br />
Nascido em 10 de mar&ccedil;o de 1960, em Belo Horizonte, A&eacute;cio Neves &eacute; economista pela Pontif&iacute;cia Universidade Cat&oacute;lica (PUC) de Minas Gerais. &Eacute; filho de In&ecirc;s Maria e do ex-deputado federal A&eacute;cio Ferreira da Cunha e neto do ex-presidente da Rep&uacute;blica Tancredo Neves e do deputado federal Trist&atilde;o da Cunha.<br />
<br />
Foi eleito senador da Rep&uacute;blica por Minas Gerais em 2010. Governou o estado por dois mandatos (2003 a 2010) e foi deputado federal por 16 anos, tendo presidido a C&acirc;mara dos Deputados. A&eacute;cio Neves foi eleito presidente nacional do PSDB em de maio de 2013. <em>(</em></span><em><span style="font-size:14px;">Ag&ecirc;ncia Brasil)</span></em>

Comentários pelo Facebook: