Seet
Sobral – 300×100

Professores classificados em concurso afirmam que há vagas sendo ocupadas por contratos e cobram direito à nomeação

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Continua a pol&ecirc;mica em rela&ccedil;&atilde;o ao concurso p&uacute;blico do Quadro Geral do Munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na (TO), realizado em 2012. Esta semana, professores classificados no certame encaminharam nota ao <em>Portal AF Not&iacute;cias</em> questionando o posicionamento do prefeito Ronaldo Dimas (PR). Segundo o chefe do Executivo, &eacute; <em><a href="http://www.afnoticias.com.br/noticia-5662–quot-e-inadequada-a-prorrogacao-de-um-concurso-que-suscitou-tantas-duvidas-quot-afirma-ronaldo-dima.html" target="_blank">&ldquo;inadequada a prorroga&ccedil;&atilde;o de um concurso que suscitou tantas d&uacute;vidas&rdquo;</a></em> quanto a sua legalidade.<br />
<br />
Conforme os professores, de forma contr&aacute;ria ao que o prefeito afirma, o referido concurso foi fiscalizado tanto pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico quanto pelo Tribunal de Contas do Estado. Eles lembram que o TCE recomendou a suspens&atilde;o das nomea&ccedil;&otilde;es com o objetivo de averiguar poss&iacute;veis irregularidades e por fim votou favor&aacute;vel por considerar o concurso legal. <em>&ldquo;Uma vez o concurso legal, temos a consci&ecirc;ncia dos nossos deveres e direitos. Sabemos que os aprovados t&ecirc;m seu direito l&iacute;quido e certo e os classificados t&ecirc;m o direito de expectativa, ou seja, se h&aacute; vagas, as mesmas devem ser ocupadas por concursado, no nosso caso, por n&oacute;s classificados, pois h&aacute; uma lista em espera, e que as mesmas n&atilde;o podem ser ocupadas por contratos, nada contra eles, pois sabemos que s&atilde;o pais e m&atilde;es de fam&iacute;lias como n&oacute;s, mas convenhamos que, qualquer sociedade que se diz justa, saber&aacute; muito bem distinguir e concordar que estamos amparados por lei&rdquo;,</em> afirmam.<br />
<br />
Conforme o prefeito Ronaldo Dimas, um novo concurso j&aacute; est&aacute; em fase de elabora&ccedil;&atilde;o para provimento de vagas na Administra&ccedil;&atilde;o Municipal.&nbsp; J&aacute; os professores classificados disseram que n&atilde;o s&atilde;o contr&aacute;rios &agrave; realiza&ccedil;&atilde;o de novo concurso, mas, segundo eles, &eacute; injusti&ccedil;a fazer um concurso para o quadro de professores sendo que no momento existe uma lista de classificados. <em>&ldquo;Porque o prefeito insiste em n&atilde;o nos nomear? Se h&aacute; vagas? Ou &eacute; mais interessante para ele manter contratados?&rdquo;</em>, questionaram.<br />
<br />
Os classificados pediram tamb&eacute;m justi&ccedil;a. <em>&ldquo;N&atilde;o somos alienados ou vivemos de utopia, muito menos somos desqualificados, pois levando em considera&ccedil;&atilde;o que o certame em sua concorr&ecirc;ncia para professor urbano haviam 2.477 candidatos, ficamos sim bem classificados, pois foram dias e noites de estudos para obter tais pontua&ccedil;&otilde;es de crit&eacute;rios, e outras exig&ecirc;ncias do certame&rdquo;,</em> diz a nota.<br />
<br />
Os professores finalizam a nota afirmando que confiam primeiramente na justi&ccedil;a divina, e depois na justi&ccedil;a humana. <em>&ldquo;Assim esperamos fazer valer nossos direitos para que podemos passar aos nossos filhos e netos que, quem n&atilde;o se nasce rico ou n&atilde;o &eacute; amigo de &quot;algu&eacute;m&quot;, tem que estudar, pois essa &eacute; a &uacute;nica forma de se rebeldiar contra o sistema&rdquo;.</em><br />
<br />
<u><strong>Convoca&ccedil;&atilde;o dos aprovados</strong></u><br />
<br />
Segundo o prefeito, foram ofertadas 802 vagas no Concurso P&uacute;blico realizado em 2012, sendo aprovados apenas 491; no entanto, foram convocados e empossados 588 candidatos. <em>&ldquo;Chamamos mais que os aprovados&rdquo;</em>, destacou Dimas.&nbsp; Ainda conforme o prefeito, est&aacute; previsto ainda para este ano a realiza&ccedil;&atilde;o de um novo concurso.</span>

Comentários pelo Facebook: