Sobral – 300×100
Seet

Audiência pública nesta sexta-feira discute qualidade da educação fundamental em Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;">A qualidade da educa&ccedil;&atilde;o fundamental no munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na ser&aacute; discutida pela comunidade e pelo poder p&uacute;blico em uma audi&ecirc;ncia p&uacute;blica, nesta sexta-feira, 27, no audit&oacute;rio do Instituto Tocantinense Presidente Ant&ocirc;nio Carlos (ITPAC), localizado na Avenida Filad&eacute;lfia, Setor Oeste.<br />
<br />
O evento ocorrer&aacute; durante todo o dia, das 8h &agrave;s 12h e das 14h &agrave;s 18h, em turnos que envolver&atilde;o a comunidade escolar das 43 unidades de ensino, urbanas e rurais, da rede municipal.<br />
<br />
As discuss&otilde;es ser&atilde;o mediadas pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE), entidade que est&aacute; promovendo a audi&ecirc;ncia p&uacute;blica, por meio da 9&ordf; Promotoria de Justi&ccedil;a de Aragua&iacute;na.<br />
<br />
Estar&atilde;o em pauta os diversos aspectos que influenciam na qualidade da educa&ccedil;&atilde;o, a exemplo da estrutura f&iacute;sica das escolas, transporte escolar, qualifica&ccedil;&atilde;o de professores e servidores, entre outros.<br />
<br />
A necessidade da realiza&ccedil;&atilde;o de uma audi&ecirc;ncia p&uacute;blica foi detectada durante vistoria &agrave;s escolas do munic&iacute;pio realizada pelo MPE, por meio do Centro de Apoio Operacional da Inf&acirc;ncia e da Juventude (Caopij). A partir dessas vistorias, o MPE percebeu a necessidade de discutir, de forma mais ampla, os problemas enfrentados pela educa&ccedil;&atilde;o no munic&iacute;pio, segundo explicou o Promotor de Justi&ccedil;a Sidney Fiori J&uacute;nior, titular da 9&ordf; Promotoria de Justi&ccedil;a de Aragua&iacute;na.<br />
<br />
<u><strong>Participa&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O Promotor de Justi&ccedil;a convida estudantes, pais, professores e demais servidores das escolas a comparecerem &agrave; audi&ecirc;ncia p&uacute;blica, para que contribuam com o diagn&oacute;stico da educa&ccedil;&atilde;o no munic&iacute;pio. Somente com a participa&ccedil;&atilde;o efetiva da comunidade escolar, as discuss&otilde;es resultar&atilde;o em melhorias reais da educa&ccedil;&atilde;o, enfatizou Sidney Fiori J&uacute;nior.</span>

Comentários pelo Facebook: