Seet
Sobral – 300×100

"Kátia implanta ditadura jamais vista na história do PMDB"

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Amanh&atilde;, dia 28, acontece a segunda conven&ccedil;&atilde;o do PMDB do Tocantins. Revoltado, o presidente deposto do partido, Junior Coimbra, atacou a senadora K&aacute;tia Abreu e criticou, mais uma vez, a interven&ccedil;&atilde;o da Executiva Nacional no Diret&oacute;rio Regional para garantir a candidatura de Marcelo Miranda ao Governo do Estado.<br />
<br />
Conforme Coimbra, a Comiss&atilde;o Provis&oacute;ria do PMDB, &quot;ilegalmente nomeada pelo Diret&oacute;rio Nacional&quot;, vem sendo manobrada pela Senadora K&aacute;tia Abreu e est&aacute; perseguindo lideran&ccedil;as pol&iacute;ticas que lhe apoiam.<br />
<br />
Para o deputado federal, a senadora est&aacute; implantando uma <em>&ldquo;ditadura jamais vista na gloriosa hist&oacute;ria do PMDB do Brasil e do Tocantins, principalmente agora, por decretar a interven&ccedil;&atilde;o em 66 Diret&oacute;rios Municipais, sem oportunizar a justa oportunidade para que os dirigentes apresentem defesa, alijando membros que foram eleitos pelo voto dos peemedebistas&rdquo;.</em><br />
<br />
Ainda de acordo com Junior Coimbra, a grande maioria dos delegados e dirigentes municipais do PMDB afetados pelos &ldquo;atos antidemocr&aacute;ticos&rdquo; estiveram presentes na Conven&ccedil;&atilde;o realizada no &uacute;ltimo dia 24 de junho de 2014, quando foi escolhido seu nome para governador e Dito para o Senado.<br />
<br />
<em>&ldquo;Fica o nosso rep&uacute;dio a trucul&ecirc;ncia da Senadora K&aacute;tia Abreu no desejo impositivo de sua candidatura, manifestando meu total apoio &agrave; todos os colegas dirigentes que foram arbitrariamente exclu&iacute;dos dos Diret&oacute;rios Municipais, esperando que o Poder Judici&aacute;rio tome as provid&ecirc;ncias para que se ponha um fim nessa pr&aacute;tica permissiva ao estado democr&aacute;tico de direito&rdquo;</em>, finalizou Junior Coimbra.</span>

Comentários pelo Facebook: