Indícios de fraude no IMPAR faz MPE requer relatórios de pagamentos dos últimos 10 anos

admin -

<span style="font-size:14px;">Tendo em vista os ind&iacute;cios de fraudes ao Instituto de Previd&ecirc;ncia e Assist&ecirc;ncia dos Servidores de Aragua&iacute;na (Impar), com supostas aus&ecirc;ncias de repasses para o fundo previdenci&aacute;rio da contribui&ccedil;&atilde;o recolhida dos servidores e tamb&eacute;m da contribui&ccedil;&atilde;o patronal devida pelo munic&iacute;pio, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) requereu ao presidente do Instituto, Carlos Murad, o envio de informa&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
Foram requisitados pelo Promotor de Justi&ccedil;a Alzemiro Wilson Peres Freitas, titular da Promotoria de Justi&ccedil;a do Patrim&ocirc;nio P&uacute;blico de Aragua&iacute;na, os comprovantes dos repasses realizados &agrave; previd&ecirc;ncia, entre os meses de janeiro e junho de 2014, referentes &agrave; contribui&ccedil;&atilde;o recolhida dos servidores e &agrave; devida pelo munic&iacute;pio.<br />
<br />
O gestor do instituto tamb&eacute;m deve remeter ao MPE relat&oacute;rios detalhados dos pagamentos realizados &agrave; Previd&ecirc;ncia Social nos &uacute;ltimos 10 anos, dos d&eacute;bitos existentes na previd&ecirc;ncia e de auditorias que eventualmente tenham sido realizadas nas contas do Impar ao longo da &uacute;ltima d&eacute;cada.<br />
<br />
O munic&iacute;pio tem o prazo de 10 dias para enviar a documenta&ccedil;&atilde;o solicitada &agrave; 6&ordf; Promotoria de Justi&ccedil;a de Aragua&iacute;na.</span>

Comentários pelo Facebook: