Recuperação asfáltica avança nas vias de Araguaína; três empresas gerenciam frentes de trabalho

admin -

<span style="font-size:14px;">V&aacute;rias frentes de servi&ccedil;os em Aragua&iacute;na est&atilde;o executando a restaura&ccedil;&atilde;o e revitaliza&ccedil;&atilde;o com o asfalto usinado a quente (CBUQ) nos pontos mais cr&iacute;ticos. Os servi&ccedil;os est&atilde;o a todo vapor e pelo menos tr&ecirc;s empresas gerenciam as frentes de trabalho para aplica&ccedil;&atilde;o da capa asf&aacute;ltica. Ruas como a Avenida Filad&eacute;lfia e a Joinville recebem a nova camada de asfalto quente e ser&atilde;o constru&iacute;das sarjetas e meio-fio.<br />
<br />
Conforme a programa&ccedil;&atilde;o da prefeitura, o servi&ccedil;o dever&aacute; ser executado nas pr&oacute;ximas semanas nas ruas nos seguintes trechos: Avenida Filad&eacute;lfia, em dire&ccedil;&atilde;o ao Parque das &Aacute;guas, antigo Jacuba (753m); no eixo que passa na Rua Joinvile, no Itaipu (696m); na Rua Sul, no Setor Alaska (370m), e tamb&eacute;m na Avenida Tocantins (1.414,95m). As obras fazem parte fazem parte da pavimenta&ccedil;&atilde;o do Centro Expandido, um projeto de infraestrutura que pretende dar uma nova roupagem ao Centro da cidade.<br />
<br />
Nesta segunda-feira, 30, uma grande movimenta&ccedil;&atilde;o de homens e m&aacute;quinas iniciou os trabalhos na Rua Flor&ecirc;ncio Machado, no Setor Alaska (552,94m); Rua das Cerejeiras (224m) e Rua dos Vinh&aacute;ticos (232m), no Aragua&iacute;na Sul; e Avenida Astolpho Le&atilde;o Borges, no Nova Aragua&iacute;na (3.812,40m). As Ordens de Servi&ccedil;o (OS) para a pavimenta&ccedil;&atilde;o asf&aacute;ltica nestas vias foram emitidas no in&iacute;cio da semana e encontram-se em processo de terraplanagem, exceto na Avenida Tocantins.<br />
<br />
<u><strong>CBUQ</strong></u><br />
<br />
A Rua Haroldo Veloso, no Bairro Senador (503m); Rua Dom Orione, Setor Alaska (355,86m); Rua Ararangu&aacute;, na Vila Ribeiro (279m); e a Avenida Amazonas, no Setor Alaska (1.048m) receberam a massa asf&aacute;ltica de CBUQ nas &uacute;ltimas semanas. A Rua Dom Bosco recebeu em 1.119,51 metros de sua extens&atilde;o a nova camada de asfalto e atualmente recebe as obras para coloca&ccedil;&atilde;o de sarjetas e bocas-de-lobo. As Travessas Top&aacute;zio (62m), Cristal (62m) e Rua A (95m), todas no setor Tereza Hil&aacute;rio Ribeiro, tamb&eacute;m foram pavimentadas com constru&ccedil;&atilde;o de guias, sarjetas, cal&ccedil;adas e drenagem.<br />
<br />
O recapeamento continua e as obras n&atilde;o param em Aragua&iacute;na. Segundo um levantamento realizado pela Secretaria de Infraestrutura, do in&iacute;cio da gest&atilde;o at&eacute; agora, somente de CBUQ j&aacute; foram feitos mais de 25 km de asfalto, o equivalente a dist&acirc;ncia do trecho compreendido entre Aragua&iacute;na e Carmol&acirc;ndia. O compromisso dessa gest&atilde;o &eacute; fazer mais de 100 km de recapeamento com asfalto usinado, 200 km de recapeamento com microrrevestimento e 100 km de pavimenta&ccedil;&atilde;o nova. <em>&ldquo;Os servi&ccedil;os de recupera&ccedil;&atilde;o do asfalto executados pela Prefeitura melhoram as condi&ccedil;&otilde;es de tr&aacute;fego da malha vi&aacute;ria de Aragua&iacute;na, al&eacute;m de valorizar os v&aacute;rios setores que tiveram diversos trechos de ruas e avenidas recuperados. O recapeamento com CBUQ &eacute; muito vantajoso pela durabilidade, qualidade e resist&ecirc;ncia&rdquo;</em>, destacou o secret&aacute;rio de Infraestrutura, Sim&atilde;o Moura F&eacute;.<br />
<br />
<u><strong>Vias</strong></u><br />
<br />
A prefeitura concluiu ainda na semana passada a recupera&ccedil;&atilde;o e manuten&ccedil;&atilde;o de outra importante via, a Rua das Palmeiras, no centro da cidade, onde foi aplicado o CBUQ, no trecho entre a Rua Santa Cruz at&eacute; o Posto Tawan. A extens&atilde;o da pavimenta&ccedil;&atilde;o teve aproximadamente 600 metros, na primeira fase do Centro Expandido. <em>&ldquo;Espero que deem continuidade &agrave;s obras na cidade, pois h&aacute; muitas ruas que necessitam&rdquo;</em>, disse o aut&ocirc;nomo Agamenon Fernandes.</span>

Comentários pelo Facebook: