Seet
Sobral – 300×100

Lista de trabalho escravo cresce e já tem 607 infratores no Brasil

admin -

<span style="font-size:14px;">A &quot;lista suja&quot; do Minist&eacute;rio do Trabalho e Emprego (MTE), que &eacute; o cadastro de exploradores de m&atilde;o de obra an&aacute;loga &agrave; de escravo, foi atualizada nesta quarta-feira, 2. Foram inclu&iacute;dos 91 empregadores e realizadas 50 exclus&otilde;es. Como saldo final, a nova &quot;lista suja&quot; passa a conter 607 infratores, envolvendo pessoas f&iacute;sicas e jur&iacute;dicas com atua&ccedil;&atilde;o nos meios rural e urbano.<br />
<br />
O maior n&uacute;mero de empregadores inscritos nessa lista &eacute; do Estado do Par&aacute; (27%), seguido por Minas Gerais (11%), Mato Grosso (9%) e Goi&aacute;s (8%). A pecu&aacute;ria constitui a atividade econ&ocirc;mica desenvolvida pela maioria dos empregadores (40%), seguida da produ&ccedil;&atilde;o florestal (25%), agricultura (16%) e ind&uacute;stria da constru&ccedil;&atilde;o (7%), informa o MTE.<br />
<br />
O governo ressalta que os procedimentos de inclus&atilde;o e exclus&atilde;o s&atilde;o determinados pela Portaria Interministerial n&ordm; 2/2011, que estabelece a inclus&atilde;o do nome do infrator no Cadastro ap&oacute;s decis&atilde;o administrativa final relativa ao auto de infra&ccedil;&atilde;o, lavrado em decorr&ecirc;ncia de a&ccedil;&atilde;o fiscal, em que tenha havido a identifica&ccedil;&atilde;o de trabalhadores submetidos a trabalho escravo.<br />
<br />
As exclus&otilde;es ocorrem depois do monitoramento, direto ou indireto, pelo per&iacute;odo de dois anos da data da inclus&atilde;o do nome do infrator no cadastro. Durante esse tempo, &eacute; verificado se realmente n&atilde;o houve reincid&ecirc;ncia na pr&aacute;tica do &quot;trabalho escravo&quot;, bem como do pagamento das multas decorrentes dos autos de infra&ccedil;&atilde;o lavrados na a&ccedil;&atilde;o fiscal. A lista passa por atualiza&ccedil;&otilde;es de maior porte a cada seis meses.<br />
<br />
O MTE n&atilde;o emite qualquer tipo de certid&atilde;o relativa ao cadastro. A verifica&ccedil;&atilde;o do nome do empregador na lista se d&aacute; por interm&eacute;dio da <strong><a href="http://portal.mte.gov.br/data/files/FF80808146BB2EE00146F756E39406B8/CADASTRO%20DE%20EMPREGADORES%20ATUALIZA%C3%87%C3%83O%20Extraordin%C3%A1ria%20DE%2002-07-2014.pdf" target="_blank">consulta &agrave; lista na internet, no site do Minist&eacute;rio do Trabalho</a></strong>. Os nomes s&atilde;o apresentados em ordem alfab&eacute;tica. (Ag&ecirc;ncia Estado)</span>

Comentários pelo Facebook: