Grupo dos insatisfeitos no PSOL se reúne com candidato Ataídes e caminham para ‘entendimento’

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Integrantes do PSOL se reuniram neste domingo, 27 de julho, na sede do comit&ecirc; pol&iacute;tico, com o candidato ao governo do Estado, senador Ata&iacute;des Oliveira (PROS). A reuni&atilde;o serviu para discutir a ades&atilde;o do grupo na campanha em dire&ccedil;&atilde;o ao Pal&aacute;cio Araguaia. Ata&iacute;des Oliveira encabe&ccedil;a a chapa majorit&aacute;ria da Coliga&ccedil;&atilde;o &ldquo;Reage Tocantins&rdquo;.<br />
<br />
O PSOL &eacute; um dos seis partidos que tem candidatura pr&oacute;pria ao Governo do Estado. O m&eacute;dico Joaquim Rocha registrou candidatura, tendo Derisvan Bezerra como vice e Elvio Quirino para senador.&nbsp;<br />
<br />
Segundo um dos representantes do grupo, F&aacute;bio Ribeiro, a conversa com Ata&iacute;des Oliveira foi excelente e houve um grande avan&ccedil;o nas discuss&otilde;es. <em>&ldquo;As ideias s&atilde;o similares &agrave;s nossas. A conversa foi muito boa e caminha para o entendimento&rdquo;</em>, comentou Ribeiro ao destacar que a poss&iacute;vel alian&ccedil;a com o senador tem o apoio do procurador da rep&uacute;blica, M&aacute;rio L&uacute;cio Avelar, anteriormente pr&eacute;-candidato ao governo do estado.<br />
<br />
Durante a reuni&atilde;o, tamb&eacute;m estavam presentes os membros do PSOL Marcelo Cl&aacute;udio Gomes, Edson Feliciano Andrade, Lu&iacute;za Lima e Sara Campos, que acompanhava o grupo mas &eacute; do PPS.<br />
<br />
Um novo encontro entre o grupo e o candidato ao governo Ata&iacute;des Oliveira acontecer&aacute; nos pr&oacute;ximos dias.<br />
<br />
<u><strong>Desentendimento no PSOL</strong></u><br />
<br />
No dia 5 de julho, F&aacute;bio Ribeiro, ex-secret&aacute;rio geral do partido afastado em junho ap&oacute;s desentendimentos internos, e Celso Marques, coordenador pol&iacute;tico da campanha do PSOL e primeiro suplente de senador da chapa, se agrediram no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) durante a entrega dos documentos para registro da candidatura.<br />
<br />
A insatisfa&ccedil;&atilde;o de F&aacute;bio &eacute; que, segundo ele, era pr&eacute;-candidato a deputado federal, mas acabou &ldquo;sobrando&rdquo; apenas legenda para deputado estadual.</span>

Comentários pelo Facebook: