Motorista de motocicleta conduzia carreta na BR-153 e levava 18 comprimidos de 'rebite'

admin -

<span style="font-size:14px;">Um motorista de carreta foi preso nesta ter&ccedil;a-feira (5) com carteira de habilita&ccedil;&atilde;o adulterada. &nbsp;Ele trafegava fora do hor&aacute;rio permitido e o que mais chamou a aten&ccedil;&atilde;o &eacute; que o homem de 32 anos s&oacute; &eacute; habilitado &uacute;nica e exclusivamente, na categoria do tipo &ldquo;A&rdquo;, estando autorizando a conduzir ve&iacute;culos do tipo motocicletas.<br />
<br />
A pris&atilde;o aconteceu no Km 663 da BR 153 em Gurupi/TO, durante fiscaliza&ccedil;&atilde;o de rotina. A carreta foi abordada por trafegar fora do hor&aacute;rio regulamentar (Autoriza&ccedil;&atilde;o Especial de Tr&acirc;nsito &ndash; AET, permitia transitar apenas do amanhecer ao p&ocirc;r do sol).<br />
<br />
Durante averigua&ccedil;&otilde;es na documenta&ccedil;&atilde;o, os agentes da PRF desconfiaram da CNH. Checando os dados no sistema de consulta, constataram que havia registro do documento apenas para Categoria &ldquo;A&rdquo;, ou seja era autorizado t&atilde;o somente a conduzir motocicletas.<br />
<br />
No interior do ve&iacute;culo foram localizados tamb&eacute;m 18 comprimidos de anfetaminas, popularmente conhecido como &ldquo;rebite&rdquo;, subst&acirc;ncia estimulante que tem a sua comercializa&ccedil;&atilde;o proibida pela Agencia Nacional de Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria – ANVISA e muito utilizada por alguns caminhoneiros para se manterem acordados a fim de cumprirem jornadas extenuantes de trabalho.</span>

Comentários pelo Facebook: