Sobral – 300×100
Seet

"Burocracia é o maior inimigo da saúde", diz Sandoval

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Frente aos constantes problemas de desabastecimento nos estoques de medicamentos, rem&eacute;dios e at&eacute; alimenta&ccedil;&atilde;o em todos os hospitais p&uacute;blicos do Tocantins, o governador Sandoval Cardoso, candidato a reelei&ccedil;&atilde;o, prometeu dar autonomia na gest&atilde;o dos hospitais atrav&eacute;s da cria&ccedil;&atilde;o de um fundo que ser&aacute; gerido pelas pr&oacute;prias unidades. A proposta j&aacute; foi discutida com os profissionais e pactuada com os m&eacute;dicos. Segundo Sandoval, a medida ser&aacute; colocada em pr&aacute;tica em breve.<br />
<br />
Com a medida, Sandoval pretende dar agilidade na solu&ccedil;&atilde;o para parte da crise que assola a sa&uacute;de p&uacute;blica no Estado. <em>&ldquo;O maior inimigo da sa&uacute;de hoje &eacute; a burocracia e quem est&aacute; precisando de atendimento n&atilde;o pode esperar&rdquo;</em>, afirmou Sandoval.<br />
<br />
Conforme Sandoval Cardoso, al&eacute;m da autonomia &agrave;s gest&otilde;es dos hospitais, seu governo est&aacute; investindo cerca de R$ 1 bilh&atilde;o em infraestrutura, e em breve, o Tocantins ter&aacute; dobrado sua capacidade de atendimento de sa&uacute;de. <em>&ldquo;O jeito de resolver os problemas da sa&uacute;de &eacute; adequando a nossa capacidade de atendimento &agrave; demanda. O Estado ficou mais de 10 anos sem planejar e sem construir um s&oacute; leito, e agora, somente em quatro meses, destravamos os financiamentos e estamos agilizando as obras do HGP (Palmas), dos hospitais de Porto Nacional, Para&iacute;so e Augustin&oacute;polis e dos novos hospitais de Gurupi e Aragua&iacute;na&rdquo;</em>, afirmou Sandoval.<br />
<br />
Sandoval Cardoso determinou a implementa&ccedil;&atilde;o de melhorias nas unidades j&aacute; existentes como a amplia&ccedil;&atilde;o do atual hospital de Aragua&iacute;na em mais 25 leitos, a instala&ccedil;&atilde;o do mam&oacute;grafo em Gurupi, que necessitava da constru&ccedil;&atilde;o de uma subesta&ccedil;&atilde;o de energia que foi autorizada e o retorno das cirurgias eletivas no hospital de Augustin&oacute;polis nos pr&oacute;ximos dias. <em>&ldquo;Estamos tomando as provid&ecirc;ncias para que os hospitais em funcionamento possam atender bem at&eacute; que os novos fiquem prontos&rdquo;</em>, finalizou.</span>

Comentários pelo Facebook: