Marcelo Miranda garante choque de gestão na saúde para solucionar crise; Lelis abrirá "caixa preta" do Igeprev

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Arnaldo Filho</u><br />
<em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br />
<br />
A chapa majorit&aacute;ria da Coliga&ccedil;&atilde;o &ldquo;A Experi&ecirc;ncia Faz a Mudan&ccedil;a&rdquo; participou de reuni&otilde;es, coletiva com a imprensa e caminhadas em Aragua&iacute;na (TO) durante toda a sexta-feira (8). O ex-governador Marcelo Miranda escolheu a cidade para dar a largada oficial na corrida pelo Pal&aacute;cio Araguaia, e esteve acompanhado do candidato a vice, Marcelo Lelis, da senadora K&aacute;tia Abreu e diversas lideran&ccedil;as.&nbsp;<br />
<br />
Durante a caminhada pelo Mercado Municipal, Marcelo Miranda conversou com o povo, ouviu as reclama&ccedil;&otilde;es e falou ao <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong> sobre o caos na sa&uacute;de p&uacute;blica tocantinense. <em>&ldquo;N&oacute;s vamos dar um choque de gest&atilde;o e na sa&uacute;de n&atilde;o ser&aacute; diferente. A sa&uacute;de em primeiro lugar. Aragua&iacute;na n&atilde;o merece passar o que est&aacute; passando, nem Gurupi, nem Araguatins, Augustin&oacute;polis, Palmas, Porto Nacional… A senadora K&aacute;tia Abreu conseguiu recursos do Governo Federal para constru&ccedil;&atilde;o dos hospitais. R$ 500 milh&otilde;es e eu n&atilde;o sei onde foi parar</em>&rdquo;, afirmou Marcelo Miranda.<br />
<br />
Na semana passada, o auge dessa crise tamb&eacute;m foi sentido no Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA) onde at&eacute; a alimenta&ccedil;&atilde;o servida estava em condi&ccedil;&otilde;es prec&aacute;rias. Por causa da superlota&ccedil;&atilde;o, pacientes foram flagrados deitados nos corredores da unidade tomando soro.<br />
<br />
Marcelo Miranda reconhece que n&atilde;o &eacute; poss&iacute;vel solucionar todo o problema da sa&uacute;de em curt&iacute;ssimo prazo, mas garantiu que, se eleito, adotar&aacute; medidas urgentes para amenizar a dor das pessoas. &ldquo;<em>&Eacute; lament&aacute;vel voc&ecirc; ver coletores de urina em sacos pl&aacute;sticos pendurados nas camas, pacientes no ch&atilde;o, sem alimenta&ccedil;&atilde;o. Sa&uacute;de, sei que ningu&eacute;m vai resolver o problema em pouco tempo, mas vamos amenizar a dor de todos os que procuram a sa&uacute;de p&uacute;blica&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
O ex-governador finalizou sua caminhada agradecendo a &ldquo;generosidade do povo de Aragua&iacute;na&rdquo; e refor&ccedil;ando seu compromisso de &ldquo;trabalhar muito&rdquo; pela cidade. &ldquo;Aqui, hoje, inicia a nossa vit&oacute;ria&rdquo;, finalizou.<br />
<br />
<u><strong>Auditoria no Igeprev</strong></u><br />
<br />
Um dos assuntos tamb&eacute;m mais emblem&aacute;ticos dos &uacute;ltimos tempos no Estado, e que ganhou inclusive as p&aacute;ginas da imprensa nacional, &eacute; o rombo de quase 500 milh&otilde;es de reais no Instituto de Previd&ecirc;ncia (Igeprev). Os preju&iacute;zos s&atilde;o resultados de aplica&ccedil;&otilde;es financeiras temerosas realizadas pelo instituto em empresa controladas pelo doleiro Fayed. O rombo ir&aacute; impactar diretamente na aposentadoria dos servidores p&uacute;blicos.<br />
<br />
Questionado sobre o assunto, Marcelo Lelis, candidato a vice-governador, disse que &ldquo;com toda certeza&rdquo; ser&aacute; realizada uma auditoria no Igeprev. &ldquo;<em>Como deputado estadual j&aacute; estamos com uma CPI do Igeprev em andamento, inclusive a &uacute;ltima a&ccedil;&atilde;o foi pedir a autentica&ccedil;&atilde;o da caderneta do doleiro pela Pol&iacute;cia Federal. N&oacute;s queremos as respostas agora. A caixa preta vai ser aberta. Agora ou a partir do dia 1&ordm; de janeiro com as b&ecirc;n&ccedil;&atilde;os de deus e com a nossa vit&oacute;ria&rdquo;</em>, garantiu Lelis.<br />
<br />
C&oacute;pias da agenda do doleiro, j&aacute; divulgadas pela imprensa, mostram diversas anota&ccedil;&otilde;es de pagamentos em nome dos candidatos Eduardo Siqueira Campos e Eduardo Gomes.</span>

Comentários pelo Facebook: