Litucera já recebeu quase R$ 8 milhões em 2014 pelo fornecimento de alimentação no HRA e Casa de Apoio

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">A Secretaria Estadual de Sa&uacute;de (Sesau) encaminhou, na &uacute;ltima sexta-feira (8), relat&oacute;rios e documentos que foram solicitados pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) referentes ao contrato e pagamentos realizados &agrave; empresa que fornece alimenta&ccedil;&atilde;o ao Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA) e na Casa de Apoio Gl&oacute;ria Maria.<br />
<br />
As informa&ccedil;&otilde;es foram requeridas pelo promotor Alzemiro Wilson Peres Freitas ap&oacute;s as graves den&uacute;ncias da precariedade da alimenta&ccedil;&atilde;o que estava sendo fornecida aos pacientes, servidores e acompanhantes. Conforme mostrado pelo <strong><em>AF Not&iacute;cias</em></strong>, a Licutera chegou a fornecer apenas arroz branco com ervilha e apresuntado. Em outro momento, o almo&ccedil;o foi apenas uma por&ccedil;&atilde;o de macarr&atilde;o.<br />
<br />
A Secretaria de Sa&uacute;de reconheceu que houve uma redu&ccedil;&atilde;o na diversidade do card&aacute;pio alimentar oferecido nas Unidades Hospitalares, e justificou que a crise foi motivada por problemas de abastecimento no estoque da empresa contratada.<br />
<br />
Na resposta, a Sesau afirma tamb&eacute;m que j&aacute; acionou a empresa respons&aacute;vel no dia 07 de agosto, e que no mesmo dia o fornecimento foi devidamente estabelecido.<br />
<br />
O secret&aacute;rio Luiz Ant&ocirc;nio ainda encaminhou uma c&oacute;pia do contrato entre a Secretaria de Sa&uacute;de e a empresa Litucera, al&eacute;m do demonstrativo de pagamentos realizados em 2014.<br />
<br />
No total, a empresa recebeu&nbsp; R$ 7,8 milh&otilde;es no per&iacute;odo de 07 de janeiro &agrave; 17 de agosto de 2014. Neste valor est&atilde;o inclusos tamb&eacute;m as despesas alimentares dos acompanhantes.</span>

Comentários pelo Facebook: