Três anos após assinatura da ordem de serviço, construção do HGA não saiu da terraplanagem

admin -

<span style="font-size:14px;">O Hospital Geral de Aragua&iacute;na (HGA), usado como promessa de campanha em 2010 pelo ent&atilde;o candidato Siqueira Campos (PSDB), ainda n&atilde;o saiu do papel.&nbsp; A ordem de servi&ccedil;o foi assinada em 6 de janeiro de 2011, a pedra fundamental foi lan&ccedil;ada por duas vezes e a constru&ccedil;&atilde;o iniciada em novembro de 2013. Por&eacute;m, ap&oacute;s nove meses, as obras continuam na &quot;estaca zero&quot;, ficando apenas na terraplanagem.<br />
<br />
No canteiro de obras, nove meses depois da dada largada oficial para constru&ccedil;&atilde;o, o que se v&ecirc; &eacute; apenas um terreno limpo e por causa do solo arenoso se assemelha ao Deserto Saara. Tamb&eacute;m h&aacute; barrac&otilde;es no local para abrigar os trabalhadores, mas ningu&eacute;m estava trabalhando na constru&ccedil;&atilde;o no momento da visita da reportagem.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/1-araguaina-vista02-R00.jpg" style="width: 600px; height: 275px;" /><br />
<br />
<u><strong>Valores e prazos</strong></u><br />
<br />
O HGA, com 400 leitos, &eacute; apontado pelo Governo como a solu&ccedil;&atilde;o para melhorar o atendimento da sa&uacute;de p&uacute;blica no Norte do Estado e diminuir a superlota&ccedil;&atilde;o no HRA. No entanto, pelo atraso e andamento das obras, o benef&iacute;cio ainda deve demorar muito para chegar &agrave; popula&ccedil;&atilde;o. O prazo de entrega &eacute; de 983 dias, contando a partir de novembro de 2013 e j&aacute; se passaram 270.<br />
<br />
A empresa respons&aacute;vel pela execu&ccedil;&atilde;o do projeto &eacute; a Construtora LDN Ltda e o valor da obra est&aacute; or&ccedil;ado em R$ 160,8 milh&otilde;es. O futuro HGA fica&nbsp; localizado no Jardim dos Ip&ecirc;s, pr&oacute;ximo a TO-222.<br />
<br />
<u><strong>Explica&ccedil;&otilde;es</strong></u>&nbsp;<br />
<br />
Em rela&ccedil;&atilde;o &agrave; paralisa&ccedil;&atilde;o nas obras, a Secretaria Estadual de Sa&uacute;de (Sesau) informou por telefone que a empresa construtora pediu um novo estudo para reavalia&ccedil;&atilde;o do solo e, ap&oacute;s conclu&iacute;do, o servi&ccedil;o ser&aacute; retomado em outra etapa (a parte de edifica&ccedil;&otilde;es). O prazo para que isso ocorra n&atilde;o foi informado.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/thumbs%20(2).jpg" style="width: 600px; height: 396px;" /><br />
(Obras do novo Hospital andam em r&iacute;timo muito lento. Em 270 dias, apenas terraplangem foi conclu&iacute;da. Foto: Fernando Almeida)</span>

Comentários pelo Facebook: