Seet
Sobral – 300×100

Aragão pede 'voto de protesto' e denuncia farra por parte do 'desgoverno'

admin -

<span style="font-size:14px;">O candidato ao Senado, deputado estadual Sargento Arag&atilde;o (PROS) visitou as cidades da Regi&atilde;o Sudeste do Tocantins levando suas propostas e denunciando a farra com o dinheiro p&uacute;blico, por parte do governo do Estado.<br />
<br />
Bem recepcionado, Sargento Arag&atilde;o apresentou as suas propostas aos eleitores e pediu para representar o voto de protesto dos tocantinenses. Arag&atilde;o denunciou que os advers&aacute;rios &quot;v&atilde;o derramar muito dinheiro na campanha eleitoral&quot;.<br />
<br />
Em sua passagem pela cidade de Almas, Sargento Arag&atilde;o mostrou a situa&ccedil;&atilde;o das cisternas, que seguem at&eacute; hoje sem ser instaladas. <em>&quot;O governo do Estado promete e depois larga as cisternas de canto. Esse governo &eacute; uma ilus&atilde;o, uma farsa. Enquanto isso, a popula&ccedil;&atilde;o sofre o descaso e desmando com o dinheiro p&uacute;blico por parte desse desgoverno</em>&quot;, recha&ccedil;ou.<br />
<br />
<em>&quot;N&atilde;o se enganem com o dinheiro dos advers&aacute;rios, pois grana eles t&ecirc;m muita, mas o Sargento Arag&atilde;o ir&aacute; fazer um mandato popular, com muita humildade e muita a&ccedil;&atilde;o aos tocantinenses&quot;</em>, disse.<br />
<br />
Ele pediu ainda o voto consciente dos eleitores. <em>&quot;Vou trabalhar em prol do povo, n&atilde;o em fun&ccedil;&atilde;o de projetos de poder, que tem a &uacute;nica finalidade de lesar a popula&ccedil;&atilde;o&quot;</em>, afirmou o parlamentar, que pediu ainda aos eleitores que analisem bem as propostas dos candidatos. <em>&quot;N&atilde;o se deixem enganar pelo canto da sereia&quot;</em>, disse.<br />
<br />
Sargento Arag&atilde;o apontou que sua campanha n&atilde;o tem interesses econ&ocirc;micos e pessoais e ressaltou que faz o trabalho de pedir voto aos eleitores conscientes, quem t&ecirc;m a necessidade de fazer mudan&ccedil;as na pol&iacute;tica do Tocantins e do Brasil.</span>

Comentários pelo Facebook: