Sobral – 300×100
Seet

Interesses e perspectivas dos jovens tocantinenses serão mapeados através de pesquisas

admin -

<span style="font-size:14px;">Interesses e perspectivas dos jovens tocantinienses ser&atilde;o mapeados por meio da pesquisa de opini&atilde;o do projeto &ldquo;Ouvir para Agir&rdquo;, realizada pelo governo do Estado, por meio da Secret&aacute;ria da Juventude (Sejuv).&nbsp;<br />
<br />
Cerca de mil alunos de escolas p&uacute;blicas e privadas ser&atilde;o consultados por meio de question&aacute;rios aplicados pelos t&eacute;cnicos da secretaria.<br />
<br />
Ser&atilde;o ouvidos jovens de 15 a 29 anos, com o intuito de descobrir os seus anseios para formula&ccedil;&atilde;o de dados reais e, com base nestes, desenvolver pol&iacute;ticas p&uacute;blicas direcionadas &agrave;s suas necessidades.<br />
<br />
Como explica o secret&aacute;rio da Juventude, Rolf Vidal.&nbsp;<em> &ldquo;Queremos que o p&uacute;blico juvenil esteja integrado &agrave; Secret&aacute;ria da Juventude, para que possamos entend&ecirc;-los com pol&iacute;ticas p&uacute;blicas com efic&aacute;cia, pois ser&atilde;o elaboradas de acordo com o perfil da juventude tocantinense&rdquo;</em>, ressaltou.&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
Ainda de acordo com Vidal, o resultado da pesquisa tem como objetivo verificar a efic&aacute;cia das pol&iacute;ticas p&uacute;blicas direcionadas &agrave; juventude e que j&aacute; est&atilde;o sendo desenvolvidas no Estado.<em> &ldquo;Come&ccedil;amos a pesquisa por Palmas, mas tamb&eacute;m buscaremos ouvir jovens de outros munic&iacute;pios&rdquo;</em>, disse.&nbsp;<br />
<br />
A primeira etapa se encerra nesta segunda-feira, (18), quando ser&atilde;o ouvidos os alunos do Centro de Ensino M&eacute;dio Santa Rita de C&aacute;ssia.<br />
<br />
A a&ccedil;&atilde;o faz parte da parte da Semana Nacional da Juventude e o projeto Ouvir para Agir integra o plano de a&ccedil;&atilde;o da Secret&aacute;ria da Juventude em fun&ccedil;&atilde;o da implanta&ccedil;&atilde;o do Estatuto da Juventude &ndash; Lei -12852/2013, que trouxe v&aacute;rias determina&ccedil;&otilde;es para que os jovens tenham seus direitos assegurados.<br />
<br />
<u><strong>Avalia&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
O estudante Marcos Ant&ocirc;nio Dias da Silva, de 17 anos, est&aacute; cursando o 2&ordm; ano do ensino m&eacute;dio e, para ele, a iniciativa &eacute; inovadora. <em>&ldquo;&Eacute; muito importante construir pol&iacute;ticas p&uacute;blicas na perspectiva dos jovens. Muito bom, pois n&oacute;s jovens temos condi&ccedil;&atilde;o de definirmos o que queremos&rdquo;</em>, destacou.<br />
<br />
J&aacute; Blenda Cristina Rodrigues Chaves, de 19 anos, concluiu o ensino m&eacute;dio e agora se prepara para ingressar em um curso superior.<em> &ldquo;No Tocantins tem muito jovem e a nossa voz precisava mesmo ser ouvida. N&oacute;s sabemos o que queremos. Que bom que eles est&atilde;o se preocupando em nos ouvir&rdquo;</em>, finalizou a jovem.&nbsp;</span>

Comentários pelo Facebook: