Ataídes fica indignado com pesquisa onde aparece com 2,2%, cita histórico de erros do instituto e fala em manipulação

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Em duas pesquisas divulgadas na semana passada pelos institutos Vox Populi e Serpes/Jornal do Tocantins, o candidato a governador do Tocantins, senador Ata&iacute;des Oliveira (PROS) aparece com apenas 2% e 2,2%, respectivamente. Para Ata&iacute;des, as pesquisas n&atilde;o refletem a realidade&rdquo;.<br />
<br />
O candidato se disse surpreso com os percentuais apresentados pelo Jornal do Tocantins, publicado neste domingo (17). &ldquo;<em>Me surpreende o resultado dessa pesquisa porque difere muito, n&atilde;o s&oacute; das nossas sondagens internas, mas tamb&eacute;m, do que vem sendo divulgado em pesquisas publicadas por outros jornais, que nos colocam com percentuais de aprova&ccedil;&atilde;o variando entre 8% e 9%&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
<u><strong>Hist&oacute;rico de erros</strong></u><br />
<br />
O senador ainda relembrou o que chamou de &ldquo;hist&oacute;rico de erros&rdquo; do instituto. <em>&ldquo;Infelizmente, o hist&oacute;rico de erros deste Instituto nos leva a questionar a veracidade dos resultados. Quem n&atilde;o se lembra nas elei&ccedil;&otilde;es municipais de 2012, quando esse mesmo Instituto, no mesmo ve&iacute;culo de comunica&ccedil;&atilde;o, divulgou uma pesquisa um dia antes das elei&ccedil;&otilde;es na Capital, 06 de outubro, onde o candidato do PV, o deputado Marcelo Lelis aparecia com 8,1% &agrave; frente do candidato Carlos Amastha? Quando na verdade, o resultado da elei&ccedil;&atilde;o foi exatamente o contr&aacute;rio: Amastha venceu Lelis com 49,65% dos votos e Lelis perdeu com 43,24%, uma diferen&ccedil;a de 6,41%&rdquo;</em>, questinou.<br />
<br />
<u><strong>Manipula&ccedil;&atilde;o da pesquisa</strong></u><br />
<br />
Conforme Ata&iacute;des Oliveira, &ldquo;todos sabem que &eacute; muito comum a manipula&ccedil;&atilde;o de pesquisas e venda de resultados em elei&ccedil;&otilde;es&rdquo;. <em>&ldquo;E o pior &eacute; que os respons&aacute;veis por isso seguem impunes. Um preju&iacute;zo enorme para a democracia, para o processo eleitoral&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
O candidato disse ainda que, no caso desta pesquisa, a distor&ccedil;&atilde;o &eacute; tamanha que at&eacute; mesmo a soma dos percentuais n&atilde;o bate, pois &quot;ora fica aqu&eacute;m, ora ultrapassa o total de 100% dos eleitores consultados, o que &eacute; inadmiss&iacute;vel e a torna bastante suspeita&rdquo;. Ata&iacute;des afirmou ainda que espera que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico Eleitoral fiscalize e acompanhe com rigor essa quest&atilde;o. <em>&ldquo;A fraude em pesquisas eleitorais &eacute; crime que deve ser coibido com severidade&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
<u><strong>Conselho para quem compra e vende pesquisa</strong></u><br />
<br />
Ata&iacute;des Oliveira aproveitou para dar um conselho a quem, segundo ele, compra e vende resultados de pesquisa. <em>&ldquo;Os n&uacute;meros n&atilde;o mentem e a verdade sempre vem &agrave; tona. &Eacute; muito melhor uma candidatura crescer nas pesquisas, mesmo que seja aos poucos, que despencar do dia para a noite. O &uacute;nico resultado efetivamente v&aacute;lido &eacute; o das urnas&rdquo;, </em>assegurou.<br />
<br />
O senador finalizou afirmando que &ldquo;enquanto alguns j&aacute; se consideram eleitos e, portanto, n&atilde;o precisam mais de votos do eleitor&rdquo;, sua candidatura continua firme e forte, conquistando os cidad&atilde;os tocantinenses, com seriedade e compromisso, afirmou Ata&iacute;des Oliveira, indignado.</span>

Comentários pelo Facebook: