Anvisa manda recolher lotes de seis medicamentos por problemas que afetam consumidor

admin -

<span style="font-size:14px;">A Ag&ecirc;ncia Nacional de Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria (Anvisa) determinou hoje (20) a suspens&atilde;o de lotes de seis medicamentos. As resolu&ccedil;&otilde;es foram publicadas no Di&aacute;rio Oficial da Uni&atilde;o. Segundo o governo, todos os lotes dos produtos suspensos ser&atilde;o recolhidos pelos fabricantes. Quatro medicamentos que tiveram lotes suspensos s&atilde;o fabricados pelo Laborat&oacute;rio Teuto Brasileiro.<br />
<br />
<em>&ldquo;Ap&oacute;s essas suspens&otilde;es, a ag&ecirc;ncia ir&aacute; investigar as queixas t&eacute;cnicas e avaliar eventuais penalidades a serem aplicadas. Tais puni&ccedil;&otilde;es variam desde a advert&ecirc;ncia at&eacute; o cancelamento da autoriza&ccedil;&atilde;o de funcionamento da empresa ou do registro do produto. Est&atilde;o previstas ainda a aplica&ccedil;&atilde;o de multas que podem oscilar entre R$ 2 mil e R$ 1,5 milh&atilde;o&rdquo;</em>, informou a Anvisa.<br />
<br />
O lote 1998101 (validade 11/2015) do medicamento <strong>paracetamol 500 miligramas</strong> (mg) comprimido, produzido pelo Laborat&oacute;rio Teuto Brasileiro, foi suspenso ap&oacute;s den&uacute;ncia feita ao Procon. Um consumidor identificou que, em uma das cartelas do medicamento, havia um parafuso no lugar do comprimido. Segundo a Anvisa, o fabricante j&aacute; iniciou o recolhimento volunt&aacute;rio do lote, que foi distribu&iacute;do em Goi&aacute;s, Minas Gerais, no Rio Grande do Sul e na Bahia.<br />
<br />
O lote 1048105 (validade 6/2015) do medicamento <strong>cetoconazol 200mg</strong> comprimido, tamb&eacute;m produzido pelo Laborat&oacute;rio Teuto Brasileiro, foi suspenso ap&oacute;s queixa de um consumidor ao SAC da empresa. Na den&uacute;ncia, o usu&aacute;rio informou que, ao abrir a embalagem, constatou a presen&ccedil;a&nbsp; de outro produto &ndash; o medicamento Atenolol 100mg. Segundo a Anvisa, o fabricante tamb&eacute;m iniciou o recolhimento volunt&aacute;rio do lote, que foi distribu&iacute;do em Goi&aacute;s, no Amazonas, em Alagoas, na Bahia, em Minas Gerais, no Par&aacute;, no Rio de Janeiro e em S&atilde;o Paulo.<br />
<br />
O lote 8910019 (validade 2/2016) do medicamento <strong>nistatina 25.000 unidades</strong> internacionais por grama (UI/g) 60g,&nbsp; tamb&eacute;m produzido pelo Laborat&oacute;rio Teuto Brasileiro, foi suspenso depois que um usu&aacute;rio relatou que, na cartonagem do medicamento, havia outro produto &ndash; neomicina+bacitracina. Segundo a Anvisa, o fabricante informou que o lote em quest&atilde;o foi distribu&iacute;do no Distrito Federal, Espirito Santo, em Goi&aacute;s, Minas Gerais e S&atilde;o Paulo.<br />
<br />
O lote 6909006 (validade 10/2015) do medicamento <strong>atorvastatina c&aacute;lcic</strong>a comprimido, tamb&eacute;m produzido pelo Laborat&oacute;rio Teuto Brasileiro, foi suspenso ap&oacute;s den&uacute;ncia que revelou que, dentro da embalagem do produto de concentra&ccedil;&atilde;o 20 mg, havia o produto de concentra&ccedil;&atilde;o 10 mg. Segundo a Anvisa, e empresa informou que o lote foi enviado ao Distrito Federal, Par&aacute; e Paran&aacute;.<br />
<br />
Na semana passada, outro medicamento fabricado pela empresa teve um lote suspenso para venda. Mais orienta&ccedil;&otilde;es ao consumidor podem ser obtidas junto ao SAC do laborat&oacute;rio, no telefone 0800 62 1800.<br />
<br />
J&aacute; o medicamento <strong>Tabine (citarabina)</strong>, da empresa Meizler UCB Biopharma, teve 13 lotes suspensos pela Anvisa. Uma an&aacute;lise laboratorial detectou resultados fora de especifica&ccedil;&atilde;o para teor de princ&iacute;pio ativo durante os estudos de estabilidade, o que pode indicar uma redu&ccedil;&atilde;o do prazo de validade indicado na embalagem do medicamento.<br />
<br />
A empresa informou que j&aacute; iniciou o recolhimento volunt&aacute;rio do lote e que todas as distribuidoras do medicamento j&aacute; foram informadas sobre a suspens&atilde;o. Informa&ccedil;&otilde;es ao consumidor podem ser obtidas por meio do SAC do laborat&oacute;rio, no telefone 0800 166 613.<br />
<br />
Por fim, o lote 86119 do medicamento <strong>Tamsulom (cloridrato de tansulosina)</strong>, da empresa Zodiac Produtos Farmac&ecirc;uticos S.A, foi suspenso ap&oacute;s comunicado de recolhimento volunt&aacute;rio do laborat&oacute;rio. A empresa identificou que na embalagem interna do lote consta a data de validade 6/2015, mas o lote &eacute; v&aacute;lido somente at&eacute; 06/2014. Mais informa&ccedil;&otilde;es podem ser obtidas por meio do SAC do laborat&oacute;rio, no telefone 0800 166 575.<br />
<br />
Al&eacute;m dos medicamentos, a Anvisa tamb&eacute;m suspendeu o lote 5954 (validade 9/2018) do produto compressa de gaze cir&uacute;rgica Neve est&eacute;ril, fabricado pela empresa Neve Ind&uacute;stria e Com&eacute;rcio de Produtos Cir&uacute;rgicos Ltda. Laudo de an&aacute;lise emitido pelo Instituto Adolfo Lutz constatou a presen&ccedil;a de corpo estranho de colora&ccedil;&atilde;o escura no interior da embalagem ainda intacta.&nbsp;</span>

Comentários pelo Facebook: