Sobral – 300×100
Seet

Comitiva continua visitas no Bico com Marcelo, Kátia e Lelis; "falta até papel higiênico em delegacia"

admin -

<span style="font-size:14px;">Com um com&iacute;cio na Pra&ccedil;a do Mercado, em Augustin&oacute;polis, o candidato a governador Marcelo Miranda, o vice, Marcelo Lelis e a senadora Katia Abreu, encerraram o primeiro dia de visitas &agrave; regi&atilde;o do Bico do Papagaio, no Norte do Estado.<br />
<br />
Antes, por&eacute;m, a comitiva caminhou pelos munic&iacute;pios de Itaguatins, Mauril&acirc;ndia, S&iacute;tio Novo, Bela Vista, S&atilde;o Miguel e Axix&aacute;, aonde, depois de visitar comerciantes e a comunidade, seguiu em carreata pelas ruas de Axix&aacute;.<br />
<br />
<strong><u>Gratid&atilde;o</u></strong><br />
<br />
<em>&ldquo;Estou muito grato aos tocantinenses que nos abra&ccedil;am com carinho, externando uma saudade que&nbsp; guardaram em seus cora&ccedil;&otilde;es sinceros. Muito obrigado, podem confiar no Marcelo e na K&aacute;tia, que juntamente com a presidente Dilma, vamos revolucionar o Tocantins&rdquo;</em> &ndash; assegurou Marcelo Miranda.<br />
<br />
<u><strong>Repress&atilde;o</strong></u><br />
<br />
<em>&ldquo;Aqui no Bico, n&oacute;s estamos carentes de tudo. Em nossas lojas, s&oacute; recebemos do atual governo, a fiscaliza&ccedil;&atilde;o repressiva. Precisamos do Marcelo de volta ao governo para trazer os benef&iacute;cios e as obras de que tanto necessitamos&rdquo;</em> &ndash; disse um comerciante de S&iacute;tio Novo, que n&atilde;o quis se identificar, mas justificou o seu anonimato. <em>&ldquo;Se o meu nome aparecer, te garanto que amanh&atilde; mesmo recebo as repres&aacute;lias&rdquo;</em> &ndash; disse.<br />
<br />
<u><strong>Desleixo</strong></u><br />
<br />
Ao conversar com policiais de Mauril&acirc;ndia, o candidato a vice governador, Marcelo Lelis ficou estarrecido com a situa&ccedil;&atilde;o de desleixo com a seguran&ccedil;a p&uacute;blica. <em>&ldquo;&Eacute; um absurdo o que ouvi dos policiais. Al&eacute;m de n&atilde;o ter nem mesmo papel higi&ecirc;nico na delegacia, falta at&eacute; combust&iacute;vel para prender os bandidos. Para onde est&aacute; indo o dinheiro p&uacute;blico?&rdquo;</em> indagou Lelis, indignado.</span>

Comentários pelo Facebook: