Número de famílias endividadas sobe para 63,6% em agosto

admin -

<span style="font-size:14px;">O percentual de fam&iacute;lias brasileiras endividadas ficou em 63,6% em agosto, segundo dados divulgados nesta ter&ccedil;a-feira &nbsp;(26) pela Pesquisa de Endividamento e Inadimpl&ecirc;ncia do Consumidor (Peic) da Confedera&ccedil;&atilde;o Nacional do Com&eacute;rcio (CNC). A parcela de fam&iacute;lias com d&iacute;vidas, como cart&atilde;o de cr&eacute;dito, cr&eacute;dito pessoal, carn&ecirc;s e financiamentos, &eacute; superior &agrave;s registradas em julho deste ano (63%) e em agosto do ano passado (63,1%).<br />
<br />
Em rela&ccedil;&atilde;o ao tamanho das d&iacute;vidas, 11,8% das fam&iacute;lias se dizem &ldquo;muito endividadas&rdquo;, 24,8% &ldquo;mais ou menos endividados&rdquo; e 27% &ldquo;pouco endividados&rdquo;. Entre aquelas com renda at&eacute; dez sal&aacute;rios m&iacute;nimos, os endividados s&atilde;o 64,8%. Entre as fam&iacute;lias com renda superior a dez sal&aacute;rios, a parcela &eacute; 57,6%.<br />
<br />
Mais de tr&ecirc;s quartos das d&iacute;vidas (75,8%) s&atilde;o do cart&atilde;o de cr&eacute;dito. Outros tipos comuns s&atilde;o: carn&ecirc;s (17%), financiamento de carro (13,4%), cr&eacute;dito pessoal (9,6%) e financiamento de casa (7,3%).<br />
<br />
Os inadimplentes, ou seja, aqueles que t&ecirc;m contas em atraso, somam 19,2% das fam&iacute;lias brasileiras. O percentual est&aacute; acima do observado em julho deste ano (18,9%), mas abaixo do percentual de agosto do ano passado (21,8%).<br />
<br />
O percentual de fam&iacute;lias que n&atilde;o ter&atilde;o condi&ccedil;&otilde;es de pagar as d&iacute;vidas caiu de 6,6%, em julho deste ano, para 6,5% em agosto deste ano. A taxa de agosto tamb&eacute;m &eacute; inferior &agrave; de agosto do ano passado (7%).</span>

Comentários pelo Facebook: