José Geraldo desiste da candidatura a federal e diz que "conjuntura pede sacrifícios desumanos e irracionais"

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Um dos deputados estaduais mais forte e influentes que comp&otilde;e a base do atual governo do Tocantins, anunciou, nesta quinta-0feira (27), sua desist&ecirc;ncia da disputa a deputado federal. Jos&eacute; Geraldo, que &eacute; tamb&eacute;m presidente regional do PTB, justificou que a forma como as campanhas est&atilde;o sendo desenhadas nas ruas, se sentiu na obriga&ccedil;&atilde;o de se posicionar.<br />
<br />
O deputado afirmou tamb&eacute;m que a &ldquo;complexa conjuntura pede sacrif&iacute;cios desumanos e irracionais&rdquo;, para atingir o objetivo de um mandato no Congresso Nacional.<br />
<br />
Jos&eacute; Geraldo esclareceu que resolveu tomar essa &ldquo;atitude extrema em nome da seriedade que sempre defendi na pol&iacute;tica&rdquo;. O parlamentar se despediu do processo desejando sucesso aos que ficam e principalmente &ldquo;pedindo desculpas aos homens e mulheres, jovens e adultos que acreditam em nosso ideal e que sempre nos deram o voto de confian&ccedil;a&rdquo;.<br />
<br />
<u><strong>Confira a carta na &iacute;ntegra:</strong></u><br />
<br />
<em>&Eacute; com muito pesar no cora&ccedil;&atilde;o, que venho a p&uacute;blico declarar que a partir de hoje estou retirando meu nome da disputa eleitoral na elei&ccedil;&atilde;o 2014.<br />
<br />
N&atilde;o foi f&aacute;cil tomar essa decis&atilde;o, mas diante do quadro colocado e da forma com que as campanhas est&atilde;o sendo desenhadas nas ruas, me senti na obriga&ccedil;&atilde;o de me posicionar, o que n&atilde;o foi uma tarefa muito confort&aacute;vel. Escolhi esse caminho, somente ap&oacute;s considerar todas as possibilidades dignas de continuar minha luta por melhores dias para nossa gente, e ap&oacute;s considerar a complexa conjuntura que nos pede sacrif&iacute;cios desumanos e irracionais, para atingir o objetivo de um mandato no Congresso Nacional. A situa&ccedil;&atilde;o nos faz refletir, nos perguntar se vale a pena nos diminuir ou at&eacute; esquecer tudo que aprendemos no ber&ccedil;o da fam&iacute;lia, na escola e na vida sobre &eacute;tica, valores e seriedade.<br />
Conversei muito com parentes, amigos, apoiadores e principalmente com Deus em minhas ora&ccedil;&otilde;es, chegando &agrave; conclus&atilde;o de que seria essa a decis&atilde;o mais sensata, para n&atilde;o macular o nosso principal patrim&ocirc;nio que &eacute; o nosso nome, nossos princ&iacute;pios, nossa fam&iacute;lia e tamb&eacute;m para n&atilde;o colocar os valorosos l&iacute;deres que nos acompanham no processo pol&iacute;tico, em situa&ccedil;&atilde;o dif&iacute;cil.<br />
<br />
Esse &eacute; um dos momentos mais tristes de nossa vida, nosso peito sofre por que n&atilde;o &eacute; de nossa natureza recuar de nenhuma luta boa; e lutar pelo Tocantins e por nossa gente &eacute; um dos melhores prop&oacute;sitos que Deus colocou em meu cora&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
No entanto a hora pede coragem e atitude, pede humildade e bom senso, e n&atilde;o posso nesse momento manchar minha hist&oacute;ria de lisura e honradez, e nem permitir que fardos pesados, muito acima de nossas limitadas for&ccedil;as, sejam sacrif&iacute;cios desnecess&aacute;rios nas costas de centenas de lideran&ccedil;as, familiares e amigos s&eacute;rios e honrados que votam e ap&oacute;iam o nosso nome.<br />
<br />
Resolvi tomar essa atitude extrema e &eacute; em nome da seriedade que sempre defendi na pol&iacute;tica, que me despe&ccedil;o do processo, desejando sucesso aos que ficam e principalmente pedindo desculpas aos homens e mulheres, jovens e adultos que acreditam em nosso ideal e que sempre nos deram o voto de confian&ccedil;a. Que Deus aben&ccedil;oe a cada um em seus projetos, em suas vidas e contem sempre com o amigo Jos&eacute; Geraldo.<br />
<br />
Abra&ccedil;&atilde;o a todos e o nosso mais sincero agradecimento.<br />
<br />
Palmas, 27 de agosto de 2014<br />
Jos&eacute; Geraldo</em></span>

Comentários pelo Facebook: